Adriano admite que boa atuação contra o Chile pode deixá-lo perto da Copa

Imperador vai encarar jogo contra o Chile, nesta quarta-feira, em Salvador, como um teste decisivo

 O jogo entre Brasil e Chile, nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), em Salvador, pelas eliminatórias da Copa 2010, pode até ser considerado um amistoso de luxo, já que a seleção brasileira já está classificada para o Mundial da África do Sul. Para o atacante Adriano, porém, essa partida significa uma final.

O Imperador, que está voltando a ser convocado, vai ter a chance de ser titular, já que Luis Fabiano está suspenso, e de provar para o técnico Dunga que pode fazer parte do grupo que vai à Copa. - Quero fazer o meu melhor. O Luis Fabiano está fazendo por onde a cada jogo e merece ser o titular. Eu ainda tenho de provar que posso permanecer – comentou o camisa 10 do Flamengo.

Aliás, apesar da experiência de quem já disputou uma Copa do Mundo, o Imperador se sente como um garoto. Admite até que fica nervoso às vésperas de uma convocação. Ele passou por momentos conturbados em sua carreira. Em abril deste ano, abandonou a Internazionale de Milão, chegou até a falar que tinha perdido o prazer de jogar futebol. Mas ao acertar com o Flamengo, o Imperador voltou. - Mudou tudo. Quando voltei ao Brasil, estava mal, infeliz. Hoje é diferente. Estou tendo a chance de treinar, jogar, fazer gols. Voltei muito bem. Para mim, o que estou vivendo hoje é uma virada, uma reconquista. Agora, só quero manter essa raça e essa vontade de mostrar para todo mundo - comemorou. Agora, Adriano planeja balançar as redes do Chile, deixar uma boa impressão para Dunga e, quem sabe, carimbar o seu passaporte para sua segunda Copa do Mundo. - Uma boa atuação contra o Chile pode me ajudar no futuro. Ainda vai faltar uma convocação para fechar (jogos contra Bolívia e Venezuela) e torço para ser chamado novamente. Depois, é agarrar a chance e esperar pela lista final.

Fonte: Globo Esporte