Adriano chega cedo ao Ninho para segunda etapa da recuperação

Adriano chega cedo ao Ninho para segunda etapa da recuperação

Um dia após ouvir conselho por mais comprometimento com o tratamento, atacante comparece antes do horário e passa a ter contato com o grupo

Adriano iniciou na manhã desta quarta-feira a segunda etapa da recuperação da cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo. Um dia depois de ter se reunido com o diretor de futebol do Flamengo, Zinho, e com o médico José Luiz Runco, e de ter ouvido uma recomendação para que tenha mais comprometimento com o tratamento, o atacante chegou cedo ao Ninho do Urubu. A atividade do grupo rubro-negro estava marcada para as 9h30m, mas o carro que levava o Imperador entrou no CT às 8h55m. Adriano não dirigia o veículo e estava no banco do carona.

- Bom dia... Indo para o Ninho, já com o grupo. Tudo no seu tempo... :-) - escreveu o Imperador no Twitter, minutos antes de chegar ao Ninho.

No CT, Adriano fez fisioterapia, correu e treinou na academia. O jogador deixou o Ninho do Urubu às 11h36m e é esperado na parte da tarde para dar sequência ao tratamento. O grupo rubro-negro, por outro lado, foi liberado por conta do mau tempo.

A partir de agora, além de um fisioterapeuta do Flamengo, Adriano terá fisiologista, nutricionista e preparador físico à disposição. O tratamento, que ocorre no Ninho do Urubu desde 4 de junho, vai continuar sendo realizado no CT. Tudo sem qualquer vínculo com o Rubro-Negro. A cirurgia foi realizada em 13 de abril e, segundo Runco, ele não volta a jogar antes do terceiro mês. Não há prazo para o retorno aos treinos com bola, o que vai depender da evolução do quadro. De acordo com o médico, está tudo dentro do cronograma.

O atacante, que faltou a algumas sessões de fisioterapia nos últimos dias, não será cobrado. Como ele não tem contrato com o clube, não foram estabelecidas regras para o tratamento. Ele o fará da forma como achar necessário.

- Não há regra. Se ele não fizer uma sessão, não vai ficar eliminado da vida. Cobrança nenhuma. Ele tem consciência do que foi feito, já sabe que a cirurgia já tem uma colocação diferente, o pé dele, a força. Ele sabe da importância. É um homem com 30 anos, sabe que é fundamental que se cuide. Se não se cuidar, não vai alcançar o objetivo dele, que é voltar a jogar futebol - disse o médico nessa terça-feira.

A partir desta semana, o Imperador passa a ter contato com o grupo. Até então, as sessões de fisioterapia dele eram marcadas sempre em horários diferentes dos treinos da equipe.

Fonte: G1