Agente diz que Neilton recusa R$ 25 mil mensais do Santos e agenda reunião

O valor financeiro é o principal entrave para que o atleta estenda seu vínculo com o clube, que termina em junho do próximo ano.

A renovação contratual do atacante Neilton com o Santos ficou emperrada após a última reunião entre o vice-presidente do clube, Odílio Rodrigues, e o empresário do jogador, Roberto de Almeida. Por conta disso, um novo encontro está marcado para a próxima semana. O valor financeiro é o principal entrave para que o atleta estenda seu vínculo com o clube, que termina em junho do próximo ano.

O agente rejeitou cerca de R$ 30 mil mensais oferecidos pelo clube. Em contato, Roberto de Almeida alega que a proposta santista não passou de R$ 25 mil. O empresário tentará aumentar o valor da oferta na próxima reunião, mas garante que não pediu R$ 100 mil.


Agente diz que Neilton recusa R$ 25 mil mensais do Santos e agenda reunião

"O jogador recebeu uma proposta de R$ 25 mil, é verdade. Agendamos uma nova reunião para a próxima semana. Vamos nos aproximar de um número, que não seja R$ 25 mil e nem R$ 100 mil. Não sei de onde partiu a informação (pedida de R$ 100 mil), eu não abri números. Eles ofereceram R$ 25 mil, mas a pretensão do jogador é diferente", afirmou o agente.

"Tivemos uma reunião, oferecemos uma quantia que está dentro da política do clube para os novos jogadores e aguardamos uma resposta do empresário. Não podemos divulgar os valores", disse o vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues.

De acordo com apurações, o atleta e seus representantes pediram cerca de R$ 100 mil mensais de salário, valor considerado irreal pelo Comitê Gestor do clube, que está disposto a pagar no máximo R$ 30 mil. Neilton pode assinar um pré-contrato com outro clube em novembro deste ano, fato que preocupa o Comitê Gestor. Mesmo assim, integrantes da cúpula já avisaram que sequer aceitam pagar R$ 80 mil. Em nota oficial, a assessoria de imprensa do atacante negou que tivesse pedido R$ 100 mil para renovar.

A intenção da diretoria santista é pagar o valor de R$ 30 mil mensais em um acordo de cinco anos. Em caso de titularidade e evolução, Neilton receberia um ajuste a ser combinado no próximo ano. A estratégia é a mesma utilizada nas renovações de outras promessas do clube ? casos de Jubal, Alison, Leandrinho e Léo Cittadini ? que renovam recentemente contrato com o time da Vila Belmiro.

Diretoria e comissão técnica alegam que a transação não influencia na condição atual do jogador, que deixou de ser titular e sequer é relacionado para os jogos. A revelação santista foi preterida nos últimos quatro jogos.

"Se tivesse problema contratual, não teria escalado o Alison, que jogou com contrato expirando em outubro (o volante já renovou até o final de 2017). Não tem nenhum problema ou restrição. O Neilton trabalha comigo desde 2009 e sempre ajudou bastante. Ele sabe que é dessa forma", afirmou Claudinei Oliveira.

Os direitos econômicos de Neilton estão divididos entre o clube e seu empresário. O Santos detém a maior parte ? 70% dos direitos do atleta.

Fonte: UOL