Aliviado após dura vitória, Chael Sonnen desafia arquirrival no UFC Anderson Silva

Aliviado após dura vitória, Chael Sonnen desafia arquirrival no UFC Anderson Silva

Chael Sonnen teve muita dificuldade para vencer o inglês Michael Bisping por pontos.

Dana White já avisou: a vitória de Chael Sonnen no UFC on FOX 2, neste sábado, credenciou o norte-americano a enfrentar seu arquirrival, o campeão dos médios do UFC, Anderson Silva. Mas, para Sonnen, ele só acredita que o Aranha aceitará o duelo quando puder conferir a assinatura do contrato. Depois do triunfo duro contra Michael Bisping, o que ele admitiu ter sido uma surpresa, o lutador falou sobre o próximo compromisso, aproveitando para alfinetar o brasileiro.

Sonnen chegou a dizer que não tinha mais vontade de enfrentar Anderson, devido a uma série de recusas do campeão, mas já voltou atrás. ?Eu falei aquilo para me desvencilhar deste assunto. Eu sei que, se me pedirem, vou fazer o meu papel?, afirmou Sonnen, na coletiva de imprensa pós-lutas, em Chicago.

O ataque a Anderson, no entanto, não tardou. ?Não acho que ele vá assinar o contrato - apesar que eu já errei muitas vezes em minhas análises. Uma coisa que nunca se diz é que já foi oferecida esta luta para ele quatro vezes e ele disse não em todas elas. Mas, se ele quiser lutar, vou fazer minha parte?, completou ele.

O combate deve ser marcado para junho, na edição de São Paulo do UFC, no estádio do Pacaembu. Mesmo com a hostilidade prevista para o público brasileiro, devido aos ataques de Sonnen, ele brincou sobre o assunto. ?Não acho que Chicago seja uma cidade tão segura assim?, afirmou ele, que se disse pronto para lutar a qualquer momento. ?Não entendo isso de fazer três lutas no ano. De onde eu venho, não é sábado à noite se você não está metido em uma briga.?

A dura vitória

Apesar de manter sua pose exibicionista, Chael Sonnen foi mais modesto ao falar sobre o combate em Chicago e teceu grandes elogios a Michael Bisping, que o forçou a lutar todos os três rounds, ficando perto de brigar pela vitória por pontos.

?Eu fuquei surpreso com tudo o que aconteceu nesta luta. Ele me bateu tanto no primeiro round, que nem sabia onde estava?, disse o norte-americano. ?Em nenhum momento eu me senti confortável para lutar, no chão ou em pé, ele estava sempre me atingindo. Não há nenhuma crítica a ser feita sobre ele.?

Sonnen explicou que o alívio da vitória veio quando foi anunciada uma decisão unânime dos jurados. ?Eu só sabia que tinha vencido o terceiro, não sabia todas as pontuações?, completou.

Fonte: UOL