Amistoso: De volta à Seleção Brasileira, Marcelo gera mal-estar

Amistoso: De volta à Seleção Brasileira, Marcelo gera mal-estar

Apesar das versões para lá de diferentes, tanto o jogador do Real quanto o do Barcelona afirmaram que a confusão da Supercopa ficou para trás

Mal voltou à seleção brasileira e o lateral esquerdo Marcelo, 23, já se tornou protagonista de outro mal-entendido. Agora, com o lateraldireito Daniel Alves.

Há duas semanas, os dois brigaram quando seus clubes se enfrentaram na final da Supercopa da Espanha Ðo Barcelona, de Daniel Alves, venceu por 3 a 2 o Real Madrid de Marcelo, que foi expulso.

Eles voltaram a se encontrar ontem, ao se apresentarem no luxuoso hotel que serve de concentração para o Brasil, que na segunda-feira enfrenta Gana, em Londres.

Primeiro, falou Daniel Alves. "Mandei uma mensagem, pedi desculpas e perguntei se ele ficou incomodado", contou o camisa 2 do Barcelona. "Ele respondeu, sabe que são situações diferentes, que a rivalidade é Real e Barcelona. Aqui, somos companheiros de seleção."

Uma hora e meia depois, Marcelo chegou. E negou ter tido contato com Daniel Alves após aquela partida.

"Não nos falamos mais desde então", disse. Ante a insistência dos repórteres, afirmou não ter recebido nenhuma mensagem. Quando informado das declarações de Daniel Alves, respondeu rapidamente: "É que troquei de telefone, ele pode ter mandado para o outro e não vi."

Apesar das versões para lá de diferentes, tanto o jogador do Real quanto o do Barcelona afirmaram que a confusão da Supercopa ficou para trás.

ESTREIA

Marcelo terá seus primeiros minutos com a seleção desde que Mano Menezes virou técnico do Brasil, há pouco mais de um ano. Nas 13 partidas anteriores, o titular da posição foi André Santos, que nem sequer foi chamado.

Adriano, convocado para o amistoso contra Gana, acabou cortado por contusão.

O atleta do Real tem uma lista de encrencas recentes com a seleção brasileira --Mano Menezes ficou irritado com dois pedidos de dispensa do jogador, sempre seguidos de atuações ou de treinamentos por seu clube.

No ano passado, Marcelo alegou gastroenterite para não participar dos treinos da seleção em Barcelona. Logo depois, machucou-se em um treino pelo Real Madrid.

Neste ano, foi chamado para o jogo contra a Escócia, em março, e até treinou como titular. Alegou dor nas costas, pediu dispensa e reapareceu em campo, pelo Real, antes do prazo que havia sido estimado para sua recuperação.

"O que aconteceu foi um mal-entendido", disse Marcelo ontem. ªEu fiz muitas viagens, me sacrifiquei pelas seleções de base, não ia querer participar da principal?"

Ao convocar o jogador, Mano declarou que "questões pessoais" não estão acima da seleção e que por isso voltou a chamar Marcelo.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br