Após 20 anos de carreira, Juninho dá adeus ao futebol nesta segunda-feira

No último ato de seu reinado, apoiador concede coletiva à tarde.

São Januário vai assistir ao fim de um reinado na tarde desta segunda-feira. Após 20 anos de carreira, o meia Juninho Pernambucano vai conceder sua última entrevista coletiva como jogador profissional. Em seu último ato no futebol, o agora ex-camisa 8 vai revelar a partir das 15h (de Brasília) os motivos que o levaram a tomar a decisão. O evento será realizado na sala Chico Anysio, na sede principal do clube.


Após 20 anos de carreira, Juninho dá adeus ao futebol nesta segunda-feira

Juninho havia adiado a aposentadoria no início de 2014 para disputar, ao menos, o Campeonato Carioca. Chegou a assinar contrato até o dia 30 de maio. O acordo previa, no entanto, que o jogador poderia encerrar a carreira a qualquer momento. No estadual, o Reizinho estaria a sete jogos de completar a expressiva marca de 400 com a camisa do Vasco, clube que mais defendeu em campo: 393 partidas, com 76 gols, segundo levantamento do site "Futdados".

Seu último jogo como profissional foi no dia 10 de novembro de 2013, contra o Santos, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Nesta partida, o jogador sofreu uma grave lesão muscular na coxa direita e perdeu a reta final da competição e nada pôde fazer para evitar o rebaixamento. Depois de uma longa recuperação, Juninho vinha seguindo uma programação especial preparada pelo departamento médico do clube para tentar disputar o Carioca. Mas ainda reclamava de dores musculares pelo esforço. Em sua única entrevista em 2014, no dia 15 de janeiro, ele já admitia que estava difícil suportar o ritmo da pré-temporada.

Além da história de idolatria no Vasco, Juninho deixou extenso legado no Lyon, onde conquistou sete títulos do Campeonato Francês. Ele foi revelado no Sport Recife e também atuou no Al Gharafa e New York RB.

Fonte: GloboEsporte