Após Libertadores, São Paulo empata com Atlético-PR

Após Libertadores, São Paulo empata com Atlético-PR

O resultado também foi ruim para o Atlético-PR, que permanece na perigosa 15ª colocação

A situação do São Paulo segue ruim. Três dias após ser eliminado pelo Internacional na Copa Libertadores, a equipe paulista empatou por 1 a 1 neste domingo com o Atlético-PR na Arena da Baixada. Sem técnico após a demissão de Ricardo Gomes na sexta-feira, a equipe segue com seu tabu de nunca ter vencido no estádio paranaense - são 13 jogos, com cinco empates e oito derrotas. Neste domingo, o São Paulo foi comandado pelo interino Milton Cruz.

O resultado também foi ruim para o Atlético-PR, que permanece na perigosa 15ª colocação do Campeonato Brasileiro, agora com 14 pontos. Já o São Paulo está em 12º, com 16 pontos.

O Atlético-PR procurou explorar o momento difícil do São Paulo desde o início do jogo, e partiu para a pressão nos primeiros minutos. Aos 2min, Miranda bobeou, e Guerrón aproveitou para invadir a área e chutar cruzado. Nieto chegou para completar, mas não alcançou. Um minuto depois, Paulo Baier cobrou escanteio e bola sobrou na área após dividia aérea entre Manoel e Rogério Ceni - Jean apareceu para fazer o corte.

O primeiro lance de perigo do São Paulo saiu aos 13min, com Ricardo Oliveira, chute chutou de longe para acertar o travessão adversário. A equipe paulista buscou sair para o jogo, mas logo se viu novamente envolvida pelo time da casa. Aos 25min, Paulo Baier cobrou escanteio e Manoel cabeceou para a defesa de Rogério Ceni.

A melhor chance de gol para o Atlético-PR saiu aos 35min, com chute de Nieto após passe de Baier que acabou na grande defesa de Ceni. Cinco minutos depois, Paulo Baier cobrou escanteio e Rhodolfo cabeceou à direita da trave são-paulina. Os visitantes ainda tentaram marcar aos 43min, mas o chute Ricardo Oliveira a partir da entrada da área saiu à esquerda do gol.

Depois do intervalo, o Atlético-PR voltou a levar perigo com apenas um minuto de jogo. Paulinho cruzou pela esquerda, Paulo Baier cabeceou e Rogério Ceni fez excelente defesa. Cinco minutos depois, Baier lançou bola na área e Miranda quase fez gol contra ao tirar de cabeça. Ceni seguiu salvando o São Paulo, e aos 12min agarrou após chute de Vitor que desviou em Rodrigo Souto.

O São Paulo tinha dificuldades para sair de seu campo de defesa, e só ameaçava em contra-ataques. E aos 22min, em uma jogada rápida, a equipe paulista conseguiu abrir o placar. Marlos arrancou pela esquerda e cruzou para Cléber Santana completar. O chute foi em cima do goleiro, mas Neto falhou e permitiu o gol.

A vantagem, porém, só durou cinco minutos. Maikon Leite driblou Renato Silva e chutou forte na entrada da área para enfim superar Rogério Ceni. Mas a situação do Atlético-PR se complicou três minutos depois, quando Manoel fez falta dura em Junior César e foi expulso. Aos 32min, o São Paulo ficou perto de ampliar quando Neto defendeu boa finalização de Ricardo Oliveira. Cléber Santana ficou com o rebote, mas o chute saiu pela linha de fundo.

Mesmo com um jogador a menos, o Atlético-PR seguiu melhor, atacando e pressionando o São Paulo. Aos 39min, Paulo Baier invadiu a área após tabelar com Branquinho, mas Fernandão afastou o perigo. Ao fim, a defesa são-paulina conseguiu manter o resultado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br