Após pênalti perdido e derrota, Messi anuncia saída da seleção

O jogador ficou visivelmente abalado com o caso.

O choque de perder novamente e ficar em vice não foi engolido de uma boa forma por Messi. O atacante da Argentina que perdeu a primeira cobrança de pênalti anunciou ter se aposentado da seleção argentina. Durante uma entrevista ao canal ’TyC Sports’, o jogador ficou realmente abatido e admitiu ser um momento difícil, mas afirmou que não ficará mais na seleção.

“-É incrível, mas não dá. Não passamos outra vez nos pênaltis. É a terceira final seguida. Nós buscamos, tentamos. É difícil, o momento é duro para qualquer análise. No vestiário pensei que acabou para mim a seleção, não é para mim. É o que sinto agora, é uma tristeza grande que volto a sentir. Foram quatro finais, infelizmente não consegui. Era o que mais desejava. É para o bem de todos. Por mim e por todos. Muitos desejam isso. Não se conformam com chegar a final, nós também não nos conformamos. Perdemos outra vez nos pênaltis”, disse.

A seleção argentina vive um jejum de 23 anos. Neste período, foram sete vice-campeonatos. Messi acumula quatro: três na Copa América (2007, 2015 e 2016) e uma na Copa do Mundo de 2014, contra Alemanha. 


A decisão de Messi, definitiva ou não, mexe com o futebol mundial. Nesta mesma Copa América Centenário, o camisa 10 havia se tornado o maior artilheiro da história da seleção argentina. Contra os EUA, numa falta espetacular, o jogador chegou aos 55 gols e ultrapassou Batistuta. 


Sem títulos pela seleção profissional, Messi iniciou a trajetória na seleção de base com duas conquistas. Em 2005, o jogador marcou os dois na vitória de 2 a 1 sobre a Nigéria e garantiu o título do Mundial sub-20, na Holanda. Em 2008, com gol de Di María, levou a medalha de ouro na Olimpíada de Pequim.

Messi (Crédito: Reprodução)
Messi (Crédito: Reprodução)
Messi (Crédito: Reprodução)
Messi (Crédito: Reprodução)
Messi (Crédito: Reprodução)
Messi (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do Globo Esporte