Após vitória, Tite mantém cautela e fala em fugir do "bloco do fundo"

Técnico do Corinthians diz que Brasileiro, tecnicamente, é mais difícil do que a Libertadores.

Os cinco últimos colocados no Campeonato Brasileiro ainda vão jogar nesta quinta-feira. Por isso, o técnico Tite não se ilude com as duas vitórias seguidas do Corinthians e mantém como seu objetivo principal na competição abrir vantagem da zona de rebaixamento, mesmo com a conquista da Taça Libertadores deste ano na bagagem.

Com 11 pontos, o Corinthians ocupa a 13ª colocação. O Coritiba, que abre a zona de rebaixamento, tem quatro a menos. Na próxima rodada, o time enfrentará a Portuguesa, que tem oito pontos e, no momento, é um adversário direto do Timão nos planos de Tite.


Após vitória, Tite mantém cautela e fala em fugir do

- Pelo nível do campeonato, nosso objetivo é sair do bloco do fundo. Onde o time vai chegar? Não sei. Mas quanto mais rapidamente fizer isso, vou ter condições de dizer. Falar qualquer coisa diferente disso seria enganar o torcedor ou ser vaidoso demais. Estamos muito distante dos primeiros colocados - analisou Tite.

O fato de ter conseguido vencer o Flamengo por 3 a 0, no Engenhão, não o faz pensar de forma diferente. Para ele, uma atuação como essa, fora de casa, contra um adversário de tradição, não significa que se repetirá na rodada seguinte.

- Quando você está próximo da zona de rebaixamento, a preocupação com o erro é sempre maior. Se você leva um gol, vira um Deus nos acuda. Já disse que o Brasileiro, tecnicamente, é mais difícil do que a Libertadores - afirmou Tite.

No momento, assim com o outros clubes, o Corinthians vive uma fase de saída de chegada de jogadores. Tite perdeu o zagueiro Leandro Castán, o meia Alex e o atacante William. Chegaram o peruano Guerrero e o argentino Martínez.

- Vivemos uma reestruturação e o time vai oscilar. A gente espera que não seja muito e isso é sinônimo de uma boa equipe. As saídas aconteceram por opção dos atletas e, em alguns casos, também de seus empresários. Gostaria de trazer mais peças, mas vamos remontar a equipe e os jogadores que chegaram vão contribuir. Aceleraremos isso nos treinamentos - disse o treinador.

Fonte: GloboEsporte