Árbitro é confundido com Muniz, sofre ameaças e presta queixa na delegacia

Lenilton Rodrigues Gomes teve sua imagem divulgada em uma página de vascaínos no Facebook apontado como auxiliar que não marcou impedimento de Márcio

Um equívoco causou transtorno ao árbitro Lenilton Rodrigues Gomes, da Federação do Rio de Janeiro. Na página A Cruz de Malta no Facebook, atualmente com 156 mil seguidores, torcedores do Vasco postaram uma imagem do profissional com o comentário: ?Só mais um f...? - são 1.966 curtidas no post e 2.929 compartilhamentos. Na verdade, Lenílton sequer participou do clássico de domingo contra o Flamengo, que terminou empatado por 1 a 1, com gol impedido de Márcio Araújo aos 46 minutos do segundo tempo no Maracanã. O lance irregular, na verdade, não foi assinalado pelo auxiliar Luiz Antonio Muniz de Oliveira - o árbitro da partida foi Marcelo de Lima Henrique.

Avisado por amigos vascaínos que seguem a página, Lenilton visualizou os xingamentos e ameaças em comentários e resolveu ir até a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) para registrar a queixa.

- Muitas pessoas me chamaram de ladrão, falando que tem que matar esse f... Um colocou que vamos fazer com ele o que fizemos com outro. Nem trabalhar no jogo trabalhei. Pegaram fotos da minha filha. É uma situação chata. Tenho filha adolescente. É uma coisa que já passou do ponto - disse Lenilton.

Funcionário da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer do Rio e professor da rede pública, ele teme também pela carreira profissional. Quanto ao futuro na arbitragem, segue apegado à paixão, mas não descarta repensar a possibilidade de deixar a função - além de árbitro central, é adicional, e não auxiliar, como o confundiram.

- Na verdade, pensei um pouco nisso (abandonar a arbitragem), mas a paixão que sinto pela profissão é maior. Gera preocupação, mexe com a gente, mas a preocupação é com a minha mãe, de 73 anos, com a minha esposa. É mais pela família.

Algumas pessoas, ao perceberem o erro ao acusar Leníiton, chegaram a pedir desculpa ao árbitro, que teve rápido contato com Luiz Antonio Muniz de Oliveira após o jogo.

- Falei rápido com ele, disse que estava com um problema e que depois a gente conversava.


Árbitro é confundido com Muniz, sofre ameaças e dá queixa em delegacia

Árbitro é confundido com Muniz, sofre ameaças e dá queixa em delegacia

Fonte: GloboEsporte