Arrasado, Neymar pede perdão: "O Neymar de verdade não é aquele"

Atacante concorda que errou ao bater de frente com o técnico Dorival Junior

Num curto pronunciamento, concedido na tarde desta quinta-feira e que durou pouco mais de um minuto, Neymar pediu perdão pela atitude que teve durante a vitória de 4 a 2 sobre o Atlético-GO na noite anterior na Vila Belmiro. Após conversa reservada com a diretoria do Peixe e com o técnico Dorival Junior, quando recebeu uma multa em seu salário, o atacante reuniu a imprensa no CT Rei Pelé para dar a sua explicação à torcida sobre a polêmica.

- Estou aqui não para pedir desculpa, mas sim perdão a todos que gostam de futebol. O Neymar de verdade não é o Neymar de ontem. O Neymar de verdade é o da alegria, com sorriso na cara, alegre e feliz. Cheguei em casa e vi o que eu fiz. Deixei até mesmo os meus pais chateados. Fiquei arrasado - disse.

A confusão começou quando Neymar sofreu um pênalti no jogo com o Atlético-GO, vencido de virada pelo Peixe por 4 a 2. Ele se preparava para cobrar a penalidade quando recebeu um recado do lateral-esquerdo Léo, passado por Dorival Junior, de que não seria ele a executar a cobrança. Quem bateu ? e converteu ? foi Marcel. Neymar então se dirigiu ao banco com cara de descontente e reclamou da decisão do treinador. Posteriormente, ao ser criticado pelo capitão, Edu Dracena, também se irritou. Mais tarde, de cabeça fria, Neymar pediu perdão aos companheiros ainda no jantar e se justificou pelo Twitter.

Seu rival no jogo, o treinador René Simões chegou a dizer que nunca tinha visto em sua carreira um jogador tão mal-educado desportivamente e fez um alerta para que não seja criado um monstro.

Nesta quinta, logo pela manhã, o atacante e seu pai, que também chama Neymar, foram convocados pela diretoria e pela comissão técnica para uma reunião. O próprio pai admitiu que o filho errou. Arestas aparadas e multa aplicada, ele falou com a imprensa. Não respondeu a nenhuma pergunta, fazendo apenas um breve comunicado.

- Foi uma atitude totalmente errada e quero pedir desculpas. Eu não queria estar fazendo isso, porque só de estar aqui já significa que eu fiz algo errado. Mas quero abrir meu coração, pedir desculpas aos meus companheiros, ao Edu (Dracena), ao Dorival, ao presidente e à torcida do Santos. E que isso não se repita.

Neymar ainda citou o comentarista Caio Ribeiro, da TV Globo, que no programa Globo Esporte dessa quinta-feira (assista ao vídeo acima) falou sobre o caso.

- Também quero pedir desculpas aos Caio, que gosta de mim e falou do episódio no Globo Esporte de hoje. É um cara que eu admiro...

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com