Atacante da Seleção Brasileira se despede de clube

Atacante da Seleção Brasileira se despede de clube

Fabuloso afirma que teve que decidir não disputar a final para não correr riscos de perder a Copa

O atacante Luís Fabiano, por conta de uma lesão na coxa direita, foi liberado pela direção do Sevilla para vir ao Brasil finalizar seu tratamento para estar libertado para atuar na Copa do Mundo em condições normais. Mesmo assim, o jogador deixou uma carta aberta aos seus companheiros, falando sobre a final da Copa do Rei da Espanha, que a equipe disputa nesta quarta-feira.

O momento mais emocionante da carta foi quando o Fabuloso pede para que os companheiros joguem com tudo, para vencer o título em homenagem a Antonio Puerta, ex-atleta do Sevilla, que faleceu em agosto de 2007, aos 22 anos.

Chateado, o Fabuloso afirma que teve que decidir não disputar a final para não correr riscos de perder a Copa do Mundo, grande sonho de sua vida. Além disto, ele diz que jogou machucado em algumas ocasiões, e que não pode mais fazer isto.

Confira a carta escrita por Luís Fabiano:

"Escrevo esta carta apenas alguns minutos depois de saber que, definitivamente, não poderei jogar a final da Copa do Rei. A lesão não me deixou... Tenho vontade de chorar e sinto muita raiva, mas os médicos me disseram que é impossível que possa chegar (com condições) na quarta-feira, porque a ruptura é de três centímetros, e que, inclusive, eu poderia ter problemas para jogar o Mundial que, como muitos sabem, é o sonho da minha vida. Sinto muito. Queria estar em Barcelona e fiz tudo que era possível, inclusive, me arriscando em algumas ocasiões, mas nesta não será possível e vou perder uma das partidas mais bonitas e importantes que se pode jogar. Estou triste, sinto muito. Apoiarei vocês do Brasil.

Antes de me despedir, quero lhes pedir um favor. Tragam a Copa para Sevilha, por Antonio (Puerta), pelos milhares de torcedores que sonham com ela.

Estou muito orgulhoso de vocês. Ânimo, força, vamos ganhar a Copa!"

Fonte: Yahoo