Atacante é expulso da seleção italiana após deixar técnico no vácuo

Atacante teria chamado o treinador de "pedaço de merda"

O atacante Graziano Pellè, que atualmente joga pelo Shandong Luneng, da China, não gostou de ser substituído no duelo da seleção italiana contra a Espanha, na última quinta-feira (06), em partida válida pela segunda rodada das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018, deixou o técnico Giampiero Ventura "no vácuo" na saída de campo e acabou excluído da convocação.

Além disso, segundo noticia o jornal espanhol "Marca", Pellè teria também chamado o ex-comandante do Torino de "pedaço de merda".

Assim, o centroavante de 31 anos está fora do jogo contra a Macedônia, no próximo domingo, às 15h45 (de Brasília)

"O técnico italiano, em acordo com a Federação, decidiu excluir Graziano Pellè da equipe para o jogo de domingo frente à Macedónia por comportamento desrespeitoso durante a sua substituição no jogo com a Espanha. Jogar com esta camisa implica em partilhar valores de respeito com todo o staff técnico, companheiros e adeptos. O jogador retornará hoje ao seu clube", informa a federação em comunicado.

Graziano Pellè não cumprimentou o técnico Giampiero Ventura contra a Espanha (Crédito: Reprodução)
Graziano Pellè não cumprimentou o técnico Giampiero Ventura contra a Espanha (Crédito: Reprodução)

Fonte: Com informações da Espn