Atacante Ronaldo usa camisas diferentes e causa mal-estar durante visita ao Flamengo

Garoto-propaganda da Nike há mais de dez anos, Ronaldo vestiu a camisa de treino

A torcida prestava aten??o na presen?a de Ronaldo na G?vea, na ?ltima quarta-feira, mas por tr?s do primeiro dia de atividades do atacante no Flamengo estava impl?cita a briga nos bastidores do clube entre Nike, atual fornecedora de uniforme do time rubro-negro, e Olympikus, candidata a ocupar o lugar da multinacional norte-americana no futuro.

Garoto-propaganda da Nike h? mais de dez anos, Ronaldo vestiu a camisa de treino do clube fabricada pela empresa na sua primeira ida ao campo da G?vea, na manh? da ?ltima quarta-feira. Na segunda sess?o de atividades, ? tarde, usou o modelo fabricado pela concorrente, identificado pelos pontos de interroga??o colocados onde tradicionalmente fica a marca dos fornecedores no uniforme e usados como parte de um plano de marketing da empresa.

A reportagem do Terra tentou entrar em contato com o vice-presidente de marketing do time rubro-negro, Ricardo Hinrichsen, mas n?o obteve resposta.

A atitude n?o agradou a Nike, que precisou ir ? Justi?a neste ano para revalidar o acordo com o time rubro-negro e promete brigar novamente para fazer seu direito ser respeitado.

"Ficamos surpresos com o fato de ele ter vestido essa camisa, porque a Nike ? a ?nica fornecedora de material esportivo do Flamengo. Agora n?s vamos atr?s dos nossos direitos para ressarcir o preju?zo que tivemos", destacou David Grinberg, gerente de comunica??o da Nike do Brasil.

A empresa, entretanto, n?o quis dizer se conversar? com o jogador para exigir explica?es sobre o motivo pelo qual vestiu a camisa da concorr?ncia. "Prefiro n?o comentar sobre esse assunto", limitou-se Grinberg.

A assessoria de imprensa da Olympikus respondeu o contato da reportagem e prometeu se pronunciar sobre o caso futuramente.

Nike e Olympikus come?aram a rivalidade de bastidores ap?s o clube carioca ter decidido, de forma unilateral, rescindir o contato que tinha com os norte-americanos, depois da decis?o do Campeonato Carioca, pelo suposto lan?amento precipitado da camisa comemorativa antes da decis?o do estadual.

O imbr?glio s? foi resolvido, em junho deste ano, por meio de decis?o da 8? Vara C?vel da Comarca de S?o Paulo, que manteve o contrato estabelecido originalmente, at? junho de 2009.

A Olympikus, conhecida por patrocinar as Sele?es de v?lei, tra?ou os planos para entrar no futebol por meio do Fla. O valor da proposta prometido teria um valor superior ao pago pela Nike, al?m de oferecer maior agilidade na distribui??o das camisas para as lojas do Pa?s. Os pontos de interroga??o foram uma forma da empresa marcar presen?a no clube enquanto havia a discuss?o na Justi?a entre clube e concorrente.

O epis?dio gerou rusgas, mas nenhuma das partes confirmara o rompimento definitivo. O clube recolocou posteriormente o s?mbolo da multinacional norte-americana em seu site, na publicidade est?tica e at? na nova camisa, com listras vermelhas e pretas mais finas que a habitual.

Fonte: Terra, www.terra.com.br