Palmeiras leva goleada do Atlético-GO

Esta não é a primeira vez que o Atlético-GO apronta para cima de um grande paulista

O Palmeiras recebeu um "presente de grego" no dia em que completa seu 96º aniversário. A equipe alviverde foi derrotada nesta quinta-feira pelo Atlético-GO no Pacaembu por 3 a 0, com três gols de Elias. O resultado tirou a equipe goiana da lanterna do Campeonato Brasileiro. Agora o time do técnico René Simões tem 13 pontos na 19ª posição, empurrando o rival Goiás para o último lugar da tabela. Já o Palmeiras segue com 20 pontos, na 13ª colocação.

Esta não é a primeira vez que o Atlético-GO apronta para cima de um grande paulista. A equipe de Goiânia derrotou o até então invicto Corinthians no Serra Dourada por 3 a 1 no dia 21 de julho.

Sem os suspensos Marcos Assunção e Márcio Araújo, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou em um meio de campo formado por Edinho, Tinga, Rivaldo e Valdivia - o primeiro jogo do chileno como titular desde sua volta. Nas laterais, promoveu o retorno de Vítor e Gabriel Silva.

O Palmeiras começou a partida com o controle do jogo, mas sem ameaçar o gol adversário. Luan arriscou chute de fora da área aos 2min, e mandou por cima do travessão. Aos 9min, o goleiro Márcio cobrou falta, mas acertou longe da meta defendida por Marcos.

O primeiro bom lance do Atlético-GO saiu aos 15min, em chute de Diguinho que obrigou o goleiro palmeirense a fazer boa defesa. O jogo ficou truncado no meio de campo, com as equipes errando muitos passes. Aos 23min, Gabriel Silva cruzou bola na área e Tadeu furou em frente ao gol.

O Palmeiras estava melhor na partida, mas quem abriu o placar foi o Atlético-GO. Gabriel Silva derrubou Thiago Feltri na área aos 26min, e o juiz marcou pênalti. Elias cobrou rasteiro e venceu Marcos por pouco para mexer no marcador no Pacaembu.

A equipe alviverde seguiu com posse de bola, sem conseguir ultrapassar a defesa goiana, porém. Aos 37min, Elias recebeu de Diguinho e chutou fechado para vencer Marcos e marcar o segundo gol do jogo. Tadeu tentou descontar aos 40min, mas furou feio e errou o gol adversário.

Felipão apostou em um esquema ofensivo no segundo tempo, sacando Gabriel Silva e Luan para usar Ewerthon e Patrik. A equipe paulista voltou pressionando, mas sem pasar pela defesa do Atlético-GO. Quem ficou perto de marcar, porém, foi o time visitante. Diguinho arrancou pelo meio de campo aos 9min, passou pela marcação e chutou colocado para a defesa tranquila de Márcio.

Dois minutos depois, Valdivia deu ótimo passe para Rivaldo, mas o palmeirense finalizou fraco. O Atlético-GO assumiu o controle da partida, tocando bola no meio de campo, enquanto o time da casa não era capaz de criar uma jogada.

O Palmeiras só foi ter um bom lance ofensivo aos 27min, em cruzamento de Vinicius que passou pela área do Atlético-GO. Cinco minutos depois, Tadeu cobrou falta na entrada da área, mas chutou longe do travessão de Márcio.

Quem ficou perto de marcar foi o Atlético-GO. Marcão fintou sobre a marcação aos 34min, chutou cruzado e viu sua bola passar perto do canto esquerdo de Marcos. Quatro minutos depois, Anaílson aproveitou contra-ataque para passar para Elias, que pegou de voleio e fez um lindo gol.

Mesmo com o péssimo resultado, a torcida do Palmeiras optou por poupar os jogadores, e cantou o hino do clube nas arquibancadas. No aniversário de 96 anos do clube alviverde, os torcedores deixaram o Pacaembu desejando dias melhores.



FICHA TÉCNICA

Palmeiras 0 x 3 Atlético-GO

Gols

Atlético-GO: Elias (3), aos 28min e aos 37min do 1º tempo, e aos 37min do 2º tempo

Ponto Forte do Palmeiras

Ainda sem ritmo de jogo, Valdivia usou sua técnica para criar as poucas boas jogadas do Palmeiras.

Ponto Forte do Atlético-GO

Controlou o meio de campo durante boa parte da partida .

Ponto Fraco do Palmeiras

Ataque esteve em dia de péssima pontaria, especialmente Tadeu.

Ponto Fraco do Atlético-GO

Nãou houve.

Personagem do jogo

Elias: fez os três gols do Atlético-GO na partida.

Esquema Tático do Palmeiras

4-4-2

Marcos; Vitor, Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva (Patrik); Edinho, Rivaldo, Tinga e Valdívia (Vinícius); Luan (Ewerthon) e Tadeu. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Esquema Tático do Atlético-GO

4-4-2

Márcio; Victor Ferraz (Agenor), Welton Felipe, Daniel Marques e Thiago Feltri; Pituca, Ramalho, Diguinho (Anaílson) e Elias; Robston (Chiquinho) e Marcão. Técnico: René Simões.

Cartões amarelos

Atlético-GO: Agenor, Diguinho, Thiago Feltri e Elias

Árbitro

Evandro Rogério Roman (PR)

Local

Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Público

13.522 torcedores

Fonte: Terra, www.terra.com.br