Atlético-MG vence Palmeiras por 2 a 0 e se afasta do rebaixamento

Atlético-MG vence Palmeiras por 2 a 0 e se afasta do rebaixamento

A vitória deixa a equipe de Dorival Júnior mais tranquila na competição

Em mais uma "decisão", o Atlético-MG venceu o time reserva do Palmeiras, por 2 a 0, em Araraquara, na Arena Fonte Luminosa, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do jogo foram marcados por Diego Souza, de falta, ainda no primeiro tempo, e por Neto Berola, aos 32min da segunda etapa.

A vitória deixa a equipe de Dorival Júnior mais tranquila na competição, mas não afasta de vez o fantasma do rebaixamento. Com os três pontos, o Atlético-MG chega a 42, e fica, provisoriamente, com a 14ª colocação na tabela. Já o Palmeiras, sem maiores preocupações na competição, se mantém na 10ª posição, com 50 pontos.

Quem pensava que os reservas do Palmeiras não representariam bem a agremiação, se enganou. Fabrício chamou a responsabilidade e protagonizou os principais lances do inicio da partida. Primeiro, aos 4min, carimbando a trave com uma falta bem cobrada, e depois, aos 22min, exigindo grande defesa de Renan Ribeiro.

O destaque negativo para o bom primeiro tempo de Fabrício foi a falta que o atleta cometeu em Diego Tardelli. O atacante bem que tentou se recuperar, mas não conseguiu ficar no jogo, dando lugar a Neto Berola.

Os jogadores do Palmeiras mostravam mais empenho, mas um lance de bola parada mudou o rumo da partida. Com 30min de jogo, Diego Souza cobrou falta, a bola desviou na barreira, e o Atlético-MG abriu o placar em Araraquara. O ex-palmeirense não comemorou o gol em respeito ao time paulista.

Com a vantagem, o time mineiro se lançou ao ataque. Neto Berola começou boa jogada pelo lado direito e sofreu entrada dura de Gualberto. Pela falta, o jovem zagueiro recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo.

No fim da primeira etapa, o Atlético-MG já dominava a partida. Aos 39min, Neto Berola assustou Bruno, obrigando o goleiro a fazer difícil defesa.

Na volta do intervalo, apenas o Palmeiras mudou. Felipão sacou Ewerthon do time e deu oportunidade a Vinicius, que, logo aos 3min de segundo tempo, teve uma boa oportunidade, mas parou em Renan Ribeiro. Entretanto, a mudança não surtiu muito efeito e o time mineiro continuou tendo mais posse de bola.

Bruno ainda precisou fazer mais duas grandes defesas. Em uma bola colocada de Obina, aos 9min e em um chute a queima-roupa de Neto Berola, aos 18min. O Palmeiras respondeu, novamente, com Vinicius. O atleta entrou na área pela esquerda, e finalizou rasteiro para a boa defesa de Renan Ribeiro.

Aos 32min, o Atlético-MG fez mais um e selou a vitória por 2 a 0. Obina fez grande jogada na área, se livrou da marcação e chutou cruzado para a defesa parcial de Bruno. Neto Berola pegou o rebote e completou para o gol.

No próximo domingo, o Atlético-MG recebe o também desesperado Goiás, em Sete Lagoas. Já o Palmeiras continua em Araraquara, e recebe o Fluminense em jogo que pode decidir o título do campeonato.

Fonte: Terra, www.terra.com.br