Avaí vence e garante vaga na Sul-Americana

Gol do atacante William no segundo tempo classifica o time

O Avaí venceu o Vitória por 1 a 0, na noite deste sábado em Salvador, e garantiu vaga na Copa Sul-Americana de 2010. Depois de um jogo morno e com poucas chances de gol, as raras emoções ficaram para a etapa final, quando o atacante William, do time catarinense, balançou a rede baiana e carimbou o passaporte para a competição continental.

O Rubro-Negro entrou em campo completamente modificado. O técnico Vagner Mancini mandou ao gramado uma equipe diferente daquela que tinha treinado durante a semana: Apodi, Neto Berola e Robert, que eram cotados para jogar, começaram no banco de reservas. Nino Paraíba foi escalado na lateral direita. Elkeson e Gláucio formaram a dupla de frente.

Já no Avaí, as ausências de Marquinhos e Muriqui foram bastante sentidas pelo grupo. Mesmo assim, foi a equipe catarinense quem esteve melhor no início da partida. Explorando as alas, com Luís Ricardo e Eltinho, o Avaí teve mais posse de bola no primeiro tempo e chegou ameaçar algumas vezes. Numa das melhores oportunidades, aos 36 minutos, Cristiano errou o alvo após cruzamento de Luís Ricardo que atravessou toda a área baiana.

Enquanto se defendia das investidas do Avaí e aturava as vaias da sua própria torcida, o Vitória arriscava apenas em chutes de fora da área. O tiro de Gláucio foi o que chegou mais perto do alvo. Aos 45 minutos, William teve a melhor chance da primeira metade do duelo. Lançado, o atacante de Santa Catarina invadiu a área, mas não suportou a pressão do marcador e na hora de finalizar mandou de canela para fora. A insatisfação dos rubro-negros era tanta que, no intervalo, o presidente Alex Portela foi até o vestiário cobrar o elenco.

 Na volta para o segundo tempo, Mancini já fez uma alteração: trocou Elkeson por Neto Berola. O jogo no Barradão foi bastante truncado Nos primeiros minutos, William foi derrubado por Uelliton dentro da área, mas o árbitro Felipe Gomes da Silva nada marcou. O troco do Vitória veio logo, com um chute de longa distância de Nino Paraíba, que exigiu grande defesa de Eduardo Martini. A torcida, que só vaiava, enfim passou a apoiar. Mas Nino, pouco depois desse lance, saiu para a entrada de Apodi. Logo em seguida foi a vez de Gláucio dar lugar a Robert.

Resumindo, Vagner Mancini terminou o jogo com a escalação que todos imaginariam que ele começaria a partida. O Rubro-Negro cresceu, criou, arriscou, mas não conseguiu vencer o goleiro de azul. E foi justamente no momento em que a equipe da casa era melhor que o adversário deu a resposta. Em rápida investida de Assis pela esquerda, William esticou a perna para completar o cruzamento e definir o placar: 1 a 0.

O time do técnico Silas, que voltou à Série A neste ano e chegou a flertar com a Taça Libertadores da América, garantiu uma vaga na Copa Sul-Americana. Com o resultado em Salvador, foi a 50 pontos e subiu para a 7ª colocação. O Vitória, com 44 e em 12º, ainda luta para se manter na faixa de classificação. Na próxima rodada, o Vitória irá enfrentar o São Paulo sábado no Morumbi. E o Avaí receberá o Corinthians domingo na Ressacada.

Fonte: GloboEsporte