Barça vence City com pênalti polêmico e gol brasileiro e abre vantagem

Uma das estrelas do time catalão, o atacante brasileiro Neymar ficou grande parte do tempo no banco de reservas


Barça desbanca City com pênalti polêmico e gol brasileiro e abre vantagem

Um dos duelos mais esperados das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa desta temporada, Manchester City e Barcelona se encontraram nesta terça-feira, no Etihad Stadium, na Inglaterra. Melhor para a equipe azul-grená, que venceu por 2 a 0, gol de pênalti do argentino Lionel Messi e do brasileiro Daniel Alves, e pode até perder por um gol o duelo de volta, marcado para o dia 12 de março, no Camp Nou, na Espanha, que mesmo assim avança às quartas.

Uma das estrelas do time catalão, o atacante brasileiro Neymar ficou grande parte do tempo no banco de reservas. Ele entrou em campo apenas aos 29min do segundo tempo, no lugar de Alexis Sánchez, e, mesmo com atuação discreta, deu assistência para o gol do lateral direito Daniel Alves.

O primeiro gol saiu aos 9min da etapa final. E teve polêmica. Messi disparou com a bola e só foi parado pelo zagueiro argentino Martín Demichelis com um carrinho por trás. O juiz Jonas Eriksson achou que o lance aconteceu dentro da área e marcou pênalti. Messi partiu para a cobrança, chutou no meio, deslocando o goleiro Joe Hart, e foi para o abraço. Depois, aos 45min, Daniel Alves recebeu passe de Neymar na grande área e bateu na saída do goleiro para dobrar a vantagem e dar mais tranquilidade ao time.

O jogo

O primeiro tempo do duelo em Manchester foi equilibrado. Com mais posse de bola, mas sem objetividade, o Barcelona tentava envolver os anfitriões que, por sua vez, apostavam no entrosamento e na boa fase das estrelas do elenco para marcar o primeiro. E ele quase saiu aos 19min. David Silva acionou Negredo. O camisa 9 ficou sem ângulo na área, mas finalizou cruzado. A bola passou por toda extensão do gol até ser afastada por Mascherano.

A resposta do Barcelona veio aos 33min: o meio-campista Xavi chegou pela meia direita com liberdade e chutou forte. O goleiro Joe Hart, no entanto, defendeu em dois tempos. A disputa seguiu equilibrada até o final dos 45 minutos iniciais.

Na volta do intervalo, o Barcelona mudou um pouco de postura e começou pressionando o rival. E a estratégia deu resultado. Logo aos 7min, Demichelis derrubou Messi na entrada de área e foi expulso pelo juiz, que assinalou pênalti. Messi foi para a cobrança com tranquilidade e tirou o primeiro zero do placar.

Com a vantagem numérica, o time catalão passou a dominar mais o duelo. No entanto, o City ainda assustava em contra-ataques. Em um deles, Negredo tabelou na entrada da área e soltou a bomba. A zaga, atenta, evitou que a bola chegasse até Victor Valdés. Aos 32min, foi a vez de David Silva quase empatar em grande lance. Zabaleta cruzou da direita para a entrada de área. O meia espanhol matou a bola no peito e chutou forte. Valdés faz defesa salvadora, sem rebote.

O Barcelona respondeu na sequência, mas o juiz anulou o gol de Piqué alegando impedimento de Fábregas na origem da jogada. O replay, no entanto, mostrou que a condição do meio-campista espanhol era boa. Erro do trio de arbitragem. Mas o time catalão nem pode dizer que sentiu muita falta deste gol. Aos 45min, Neymar colocou Daniel Alves na cara do gol em uma boa tabela e o lateral só tocou na saída de Joe Hart, dando números finais à partida.

Fonte: Terra