Barça e Real Madrid decidem Espanhol

Barça e Real Madrid decidem Espanhol

Em temporada marcada por exibições marcantes de Messi e Cristiano Ronaldo, equipes buscam títulos

Céu e inferno. Azul, grená e branco. Espanhóis e catalães. Messi e Cristiano Ronaldo. Sucesso e fracasso. O Campeonato Espanhol começou no último dia 29 de agosto prometendo jogos de alto nível, exibições primorosas do argentino e do português e uma disputa cabeça a cabeça entre Real Madrid e Barcelona. E é justamente assim que chega neste fim de semana para sua última rodada.

Comandados pelos maiores craques do futebol mundial nos últimos anos, merengues e culés entram em campo amparados pelas melhores campanhas de suas histórias - o recorde da competição era de 92 pontos, do Real, em 96/97. Somente um, no entanto, poderá ostentar a nova marca no fim da tarde de domingo. Em vantagem ? somente um ponto ? o Barcelona é o grande favorito, joga em casa, contra um time que luta contra o rebaixamento, mas o Real acredita em um milagre.

Com 96 pontos e apenas uma derrota em 37 jogos, o Barcelona pisa no gramado do Camp Nou, às 14h (de Brasília), precisando de uma vitória simples para garantir o título. Apesar de contarem com um Messi endiabrado, artilheiro absoluto da competição (32 gols), o time catalão vê na competição nacional a última possibilidade de título na temporada. Pouco para quem levou tudo que disputou em 2009. O adversário será o Valladolid, 18º colocado, com 36 pontos, que precisa desesperadamente da vitória para evitar a degola. Xavi, suspenso, é a grande baixa de Pep Guardiola.

Se na Catalunha há pressão, no lado do Santiago Bernabéu o título virou questão de honra em uma temporada marcada por frustrações e altos e baixos. Jogadores como Kaká, contratado a peso de ouro, não renderam o esperado, e Cristiano Ronaldo, com 26 gols, tem sido o responsável por manter vivo o sonho do título. Faltou ao português, no entanto, brilhar justamente quando devia: nos dois clássicos vencidos pelo Barcelona e que têm feito a diferença.

O time merengue tem 95 pontos e encara o Málaga, no La Rosaleda, no mesmo horário da partida do Barcelona, precisando triunfar e de um tropeço do arquirrival para mudar o panorama decepcionante e garantir a festa galáctica. O adversário é o 16º, com 36 pontos.

Fonte: g1, www.g1.com.br