Barcelona separa jogadores Neymar e Messi durante eventos na Tailândia

Messi participou de ação social na Tailândia com crianças com Síndrome de Down. No mesmo horário, Neymar foi uma das figuras de campanha da Nike.

A coleção de estrelas no elenco permite ao Barcelona realizar dois eventos simultâneos de cunho social e comercial nesta terça-feira. Messi participou de ação social na Tailândia com crianças com Síndrome de Down. No mesmo horário, Neymar foi uma das figuras de campanha da Nike, patrocinadora do atleta e do clube catalão.


Barcelona separa Neymar e Messi para eventos na Tailândia

Neymar, Adriano e Alexis Sanchez lançaram nova chuteira da fornecedora norte-americana em Bangkok. Messi é patrocinado pela Adidas, rival da Nike.

Messi e o goleiro José Manuel Pinto conheceram trabalho desenvolvido por entidades na assistências de crianças com limitações físicas.

Requisitados, Messi e Neymar precisam aprender o idioma catalão. Pelo menos é isso o que pretende o Barcelona.

O clube já se prepara para auxiliar o ex-santista a também se dedicar ao catalão, que ao lado do próprio Barcelona é um dos símbolos da identidade da região autônoma da Espanha.

Embora nenhum pedido formal tenha sido feito ao clube ainda, os dirigentes esperam ter Neymar como um garoto-propaganda cultural bem melhor do que Lionel Messi.

A recusa do argentino em falar catalão mesmo depois de viver em Barcelona por mais de 10 anos é talvez o único ponto de atrito do melhor jogador do mundo com sua torcida ?e com um clube que costuma fazer do endosso à identidade catalã cláusula contratual de seus jogadores.

Os jogadores do Barcelona chegaram à Tailândia na segunda-feira, onde têm amistoso agendado com a seleção local na quarta-feira.

Neymar está 7 kg mais magro, com quadro de anemia. A perda de peso era previsto pelo departamento médico do Barcelona e consequência da cirurgia recente feita na amigdala. O atacante irá atuar no amistoso.

Fonte: UOL