Barrichello não é um "menino chorão", defende tricampeão

Lauda comentou ainda sobre o fato de ter Rubens Barrichello como seu passageiro

Rubens Barrichello ganhou um defensor do seu desempenho neste ano à frente de um dos carros da Brawn GP. Niki Lauda, tricampeão mundial da Fórmula 1, diz que o brasileiro é injustiçado e que mostrou em vários momentos neste ano que é um bom piloto e merece respeito.

"É injusto dizerem que ele reclama demais. Ele mostrou um grande desempenho na última corrida em Barcelona (GP da Catalunha), com chances de vencer a corrida. Eu não concordo em chamarem ele de "menino chorão"", afirmou Lauda.

Porém, de acordo com o tricampeão mundial, Barrichello ficou mais distante de conquistar o título do mundial de pilotos nesta temporada. "Os títulos desta temporada estão mais para a Brawn GP nas escuderias e para o Button nos pilotos. Mas pode acontecer uma mudança".

Lauda comentou ainda sobre o fato de ter Rubens Barrichello como seu passageiro no projeto da Virgin de fazer viagens espaciais. Amigo de Richard Branson, dono da Virgin, o austríaco se candidatou para pilotar a espaçonave da Virgin Galactic, empresa que pretende fazer vôos espaciais turísticos.

Barrichello já comprou uma passagem para fazer uma destas viagens, que deverá ser colocada em ação em 2012. "É um sonho que eu tenho de muitos anos e me candidatei para o Branson. Soube que o Barrichello quer estar em uma destas viagens, só que dessa vez ele vai ser só passageiro, eu que vou pilotar", disse Lauda, que veio ao Brasil para receber um dos cinco aviões Embraer 190 que comprou para aumentar a frota da sua companhia aérea, Niki Luftfarth GmbH.

Fonte: g1, www.g1.com.br