Belfort:"Se não tivesse levado chute, teria apagado Anderson"

Belfort:"Se não tivesse levado chute, teria apagado Anderson"

Lutador admite, depois de bater japonês, que quer revanche da "luta do século"

A derrota na "luta do século" ainda incomoda Vitor Belfort. Logo depois de apagar o japonês Yoshihiro Akiyama, na noite deste sábado (6), numa das principais lutas do UFC 133, na Filadélfia, o lutador brasilero disse que está pronto para desafiar novamente Anderson Silva, que o venceu com um chute no rosto em fevereiro, na disputa pelo título dos médios (até 84 kg), no UFC 126.

Anderson vai colocar o cinturão novamente em jogo no UFC Rio, que será no dia 27, diante do japonês Yushin Okami. Vítor diz que quer enfrentar o vencedor desse confronto, e que poderia repetir com o "Spider", como Silva é conhecido, a sequência matadora de socos que aplicou em Akiyama.

- Na luta com Anderson, se ele não tivesse acertado a mesma coisa, é isto [o nocaute] que teria acontecido com ele. Ele sabe disso, então estou pronto para o que vier pela frente. Vou brigar pelo cinturão, esse é o meu objetivo e o meu futuro. Não vou parar, ninguém vai me parar.

A decisão depende dos dirigentes do UFC, entre eles Dana White, o presidente da entidade, que foi alvo dos agradecimentos de Belfort depois da luta, ainda no ringue.

- Estou de volta. Quero agradecer aos meus fãs, que me apoiam nos momentos bons e ruins, e também ao Dana White e ao Lorenzo Fertitta, que sempre me incentivaram.

Fonte: R7, www.r7.com