Combate: Vitor Belfort vence Bisping com chutaço no rosto

Combate: Vitor Belfort vence Bisping com chutaço no rosto

Brasileiro não dá chances ao rival inglês e acerta chute potente no segundo round.

A cidade de São Paulo e o peso-médio Vitor Belfort voltaram a viver um história de alegria. Assim como em 1998, quando o ainda jovem lutador nocauteou Wanderlei Silva no primeiro e último Ultimate na cidade, o Fenômeno levou a torcida do UFC São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera, ao delírio ao derrotar o falastrão Michael Bisping com um nocaute raro e espetacular. Aos 1m27s do segundo round, ele disparou uma canelada poderosa no rosto do inglês, que já foi à lona seminocauteado. Vitor completou o serviço com uma sequência de socos.

Após o triunfo, Vitor Belfort, quase sempre comedido, soltou o verbo e pediu uma nova chance contra o campeão dos meio-pesados, Jon Jones. Ele aproveitou para criticar o americano Chael Sonnen, que ganhou a chance de disputar o título da divisão até 93kg, em abril.

- Eu quero muito o cinturão. Dana White, deixa eu lutar com Jon Jones de novo, quero minha revanche. Campeão contra campeão! Tira o Sonnen de lá, ele é um palhaço. Eu que mereço - disse Vitor, ainda dentro do octógono.

Belfort lutou contra Jon Jones em setembro do ano passado e acabou finalizado no quarto round. Após o revés, ele voltou para sua categoria, a dos pesos-médios. Com a vitória sobre Bisping, o brasileiro pode até voltar a ganhar uma chance de disputar o cinturão dos médios, novamente, diante do campeão Anderson Silva. Para o UFC, isso dependia de um triunfo convincente.

Após muita provocação durante a semana, Michael Bisping mostrou humildade. O britânico aceitou bem a derrota e, inclusive, parabenizou o brasileiro.

- Parabéns ao Vitor pela vitória, a gente perde, a gente ganha. Isso faz parte. Mas eu vou voltar - disse o inglês.


Belfort vence Bisping com chutaço no rosto e pede revanche contra Jones

A luta

Vitor e Bisping começaram a luta se estudando, medindo a distância no centro do octógono. O brasileiro optou por arriscar um chute alto, mas não passou perto do rosto do rival. Bisping então desferiu dois socos cruzados, mas também não levou perigo para o carioca. Arisco, Vitor tentou um chute rodado, mas não obteve sucesso. Apenas na metade do primeiro assalto, os dois começaram a trocar socos de forma mais aberta, mas ainda bastante equilibrada. No fim do round, Belfort, acidentalmente, acertou o olho do rival. Nos segundos finais, o brasileiro voltou a procurar espaço na guarda do inglês e acertou uma canelada potente no rosto de Bisping, seguida de uma sequência de uppercuts.

O SPORTV.COM teve acesso às notas dos jurados. Dois deles deram a vitória a Belfort no primeiro round, e um viu o inglês melhor no período inicial.

A trocação começou mais franca no início do segundo assalto. Cauteloso, Vitor atuava no contra-golpe do inglês, esperando o momento exato para golpear. Quando encontrou espaço, ele surpreendeu e acertou uma outra canelada no rosto de Michael Bisping, desta vez sem perdão. O britânico caiu seminocauteado e coube ao brasileiro completar com socos, carimbando sua vitória no Ibirapuera.

Fonte: sporttv.com