Boa forma: Ronaldinho Gaúcho emagrece e "rejuvenesce" no Fla

Boa forma: Ronaldinho Gaúcho emagrece e "rejuvenesce" no Fla

Vinte dias depois de dar início à preparação física, Ronaldinho estreou contra o Nova Iguaçu, na Taça Guanabara, em 2 de fevereiro

Em janeiro, Ronaldinho Gaúcho fazia o primeiro treino como jogador do Flamengo. Logo que chegou a Londrina (PR), onde o time realizou a pré-temporada, o craque vestiu o uniforme, calçou tênis e partiu para o campo. Depois de um abraço em Vanderlei Luxemburgo, deu meia volta e rumou para a academia do CT ao lado de Thiago Neves, que chegara no mesmo voo fretado. Passados 20 minutos, a dupla voltou ao gramado para uma corrida leve sob flashes e chuva forte. Começava ali o esforço de Ronaldinho para entrar em forma. Sete meses depois, a constatação do preparador físico do Rubro-Negro, Antônio Mello, resume bem o a boa forma da estrela da companhia:

- O Ronaldinho é um puro-sangue.

Vinte dias depois de dar início à preparação física, Ronaldinho estreou contra o Nova Iguaçu, na Taça Guanabara, em 2 de fevereiro. Na vitória por 1 a 0, gol de Wanderley, o novo camisa 10 da Gávea ficou o tempo todo em campo, demonstrou muita vontade, mas os movimentos eram lentos, com raras arrancadas. Mas quase um mês depois da chegada e uma semana pós-estreia, perdera cerca de três quilos.

- Quando o Ronaldinho chegou, o único pedido que fiz a ele foi para que emagrecesse. Ele perdeu gordura e ganhou massa. Agora, precisa perder pouca coisa, algo em torno de 800 gramas.

Hoje, o craque está com 81kg. Segundo Mello, o jogador queimou pelo menos cinco em sete meses.

- Nem achava que ele chegaria a esse peso. Ele me surpreendeu ? admitiu o preparador.

Para se ter uma ideia, em 2006, já eleito o melhor jogador do mundo duas vezes (2004 e 2005), o site do Barcelona apontava o peso considerado ideal para Ronaldinho: 80kg.

Na carteira de identidade consta que o jogador tem 31 anos. Mas numa análise feita pelo preparador físico, Ronaldinho é mais jovial como atleta de futebol:

- A idade real é de 31 anos, mas pela força física e jogando em alto nível, é como um jogador que está no ápice, com 26, 27 anos. Ele buscou isso e conseguiu, se controlando.

A carga de exercícios do jogador é diferenciada. As corridas mais longas foram substituídas por curtas. Os dias seguintes aos jogos também merecem atenção especial.

- Numa partida, o emocional dele vai lá em cima, vai num pico, ele se cobra em campo. E no dia seguinte dá uma desabada, o que é natural.

Ronaldinho chegou ao Flamengo com mais de 12% de gordura corporal. Em abril deste ano, estava com 10,2%. Em maio, Vanderlei Luxemburgo informou que havia reduzido para 9,8%. Atualmente, segundo Mello, tem 9,2%. O jogador alcançou o mesmo percentual da época da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, no auge da carreira.

- Está abaixo da meta que nós traçamos para o grupo, que é de 10%, e está muito bem. Eu sabia que ele ia demorar um pouco para se adaptar à nossa forma de trabalho. O Thiago Neves no começo estava até um pouco melhor, mas o Ronaldinho explodiu de repente. Ele vinha de dez anos na Europa, onde a escola de preparação física é outra. Eles fazem mais trabalho com bola e jogo, não têm praticamente musculação e outros trabalhos mais pesados.

O camisa 10 tem demonstrado mais agilidade quando parte em contra-ataques e força nas divididas. No primeiro gol do Flamengo no empate por 2 a 2 com o Figueirense, domingo passado, por exemplo, saiu da esquerda para a direita com a bola, suportou o combate dos marcadores e deu condições a Léo Moura de cruzar para o gol de Deivid

- Ele está me surpreendendo. Sinceramente, não sei qual é o limite desse rapaz.

Mesmo com a admiração pelas noites cariocas, Ronaldinho já foi visto em uma boate às 4h e, pouco depois, na praia jogando seu tradicional futevôlei. Segundo Mello, o esporte não prejudica, mas deve haver moderação.

- Disse a ele para só ter cuidado com os excessos no futevôlei.

Mas a força física e a ausência de problemas físicos impressionam. Em sete meses, a única lesão que Ronaldinho teve foi um problema ósseo no joelho esquerdo, que o impediu de jogar apenas duas partidas.

- Ele tem força, o arranque e é muito forte. Isso é genética, uma herança de sua formação. Diria que Ronaldinho é um puro-sangue.

Suspenso do jogo desta quinta-feira diante do Atlético-GO, no Engenhão, Ronaldinho se prepara para a partida de domingo, contra o Internacional, em Porto Alegre.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com