Borges faz 2, Cruzeiro vira sobre Araxá e lidera Campeonato Mineiro

Araxá foi superior no primeiro tempo, que terminou vencendo por 1 a 0

O Cruzeiro sofreu, mas venceu o Araxá por 3 a 2, de virada, neste domingo, no estádio Fausto Alvim, em Araxá, no Triângulo Mineiro. Paulão e Borges (duas vezes) marcaram para a Raposa. O Araxá saiu na frente com Rodrigão Paulista, e ainda buscou o empate com Fabrício Carvalho, quando já tinha um a menos em campo. Com a vitória o Cruzeiro manteve a liderança do Campeonato Mineiro, chegando a 13 pontos. O Ganso segue na luta contra o rebaixamento. É o 11º, com 3 pontos.

Araxá foi superior no primeiro tempo, que terminou vencendo por 1 a 0. Mas recuou na segunda etapa e não resistiu à pressão. Principalmente depois que teve o zagueiro Carlão expulso. O Cruzeiro mostrou força e buscou o resultado. A vitória teve a mão do técnico Marcelo Oliveira. Ele foi bem nas alterações, principalmente com Borges, que acabou sendo o destaque da partida.

Na próxima rodada, o Araxá vai receber o Villa Nova, no estádio Fausto Alvim, em Araxá. O jogo será no sábado, às 17h (de Brasília). Já o Cruzeiro joga no domingo: vai até Varginha encarar o Boa Esporte, às 18h30m, no estádio Melão.

Empolgado pela torcida, o Araxá começou o jogo em cima. O Ganso colocou velocidade e conseguia trocar passes na entrada da área. O Cruzeiro tinha dificuldades para marcar o grandalhão Fabrício Carvalho e chegava pouco ao ataque. Nos primeiros vinte minutos, o Araxá dominou. Os donos da casa tiveram pelo menos duas boas chances de marcar: uma com Osvaldir, completando cruzamento da esquerda; outra com Evando, batendo de fora da área.

O ímpeto do Ganso diminuiu após os vinte minutos. No entanto, o Cruzeiro teve dificuldades de encontrar espaço para jogar. Muito marcado, o time celeste só chegava ao gol com jogadas individuais, principalmente de Éverton Ribeiro e Diego Souza. O time de Marcelo Oliveira não agredia com os laterais, principalmente com Everton, totalmente sumido no jogo.

A melhor chance do Cruzeiro só veio final do primeiro tempo. E por acaso. O meia Éverton Ribeiro bateu de fora da área, o goleiro Marcelo Cruz foi enganado pela batida da bola no gramado e quase engoliu um frango. Poucos minutos depois, foi a vez do goleiro Fábio falhar. Ele vacilou na saída de bola, e o chutão acabou parando no pé de Fabrício Carvalho. O atacante do Ganso pegou a sobra e bateu de fora da área. O estreante Nirley salvou quase em cima da linha.

A boa chance de gol levantou novamente a torcida do Araxá, que explodiu no lance seguinte. Na cobrança de escanteio da direita, a defesa celeste falhou, e Rodrigão Paulista, outro estreante da tarde, ganhou de cabeça. Gol do Araxá. Um gol que, para a alegria dos mais de cinco mil torcedores no estádio Fauto Alvim, premiou o melhor time no primeiro tempo.

Mais gols e expulsão

O segundo tempo logo mostrou que o jogo teria outra dinâmica. O Araxá voltou todo recuado. Com pouco mais de dez minutos, Marcelo Oliveira mandou Borges e Élber a campo, nas vagas de Vinícius Araújo e Dagoberto. Na primeira bola de Élber, ele disparou pela direita e foi atropelado pelo zagueiro Carlão, que recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

O que se podia esperar era pressão do Cruzeiro. No primeiro escanteio, Borges finalizou com força e quase marcou. No lance seguinte, novo escanteio e a bola sobrou para Paulão dentro da área. O zagueiro celeste bateu firme e empatou o jogo, aos 18 minutos. A virada parecia questão de tempo. E foi. Dois minutos depois, Diego Souza arrancou pelo meio, fez grande jogada individual e tocou para Borges. O atacante celeste bateu na saída do goleiro e virou o jogo.

Quando tudo indicava que o jogo ficaria mais fácil para o Cruzeiro, o Araxá mostrou força. Após jogada da direita, a bola chegou até Fabrício Carvalho dentro da área. O zagueiro Nirley chegou junto e cometeu pênalti. O próprio Fabrício foi para a cobrança e deixou tudo igual, aos 23 minutos..

Aí o Cruzeiro foi para cima com tudo. Marcelo Oliveira colocou Luan no lugar de Everton. Novamente o artilheiro marcou presença. Aos 28 minutos, Diego Souza bateu cruzado, o goleiro Marcelo Cruz deu rebote. Borges apareceu e empurrou para o fundo do gol.

O Araxá não teve onde buscar forças. O Cruzeiro controlou a partida e poderia até ter feito um placar mais amplo. Apesar da derrota, a torcida do Araxá, que tomou conta do estádio aplaudiu o time, que vendeu caro a derrota para o líder.

Fonte: Globo Esporte