Botafogo e Flamengo ficam no empate de 2x2 no Campeonato Carioca

O Alvinegro se manteve em terceiro na Taça Guanabara.

Em um clássico eletrizante, Botafogo e Flamengo empataram por 2 a 2, neste sábado, em Juiz de Fora (MG). A partida teve muitas chances de gol e esteve indefinida até o último minuto. Carli e Rodrigo Lindoso fizeram os gols do Glorioso, enquanto Alan Patrick e Cirino marcaram pelo Rubro-Negro.

Com o resultado, o Alvinegro se manteve em terceiro na Taça Guanabara. O empate foi ruim para o Flamengo, que segue fora da zona de classificação para a próxima fase do Campeonato Carioca, em sexto.

O primeiro tempo foi muito bem disputado, com chances para os dois lados. As equipes se alternaram no comando do jogo. Devido à mudança tática, o Flamengo concentrava o jogo no meio, criando com Alan Patrick e Ederson. Já o Botafogo investia nos contra-ataques, puxados por Ribamar, na maioria das vezes.

O Glorioso abriu o placar com Carli, aos 13 minutos, após duas falhas seguidas de Paulo Victor. O goleiro rubro-negro saiu muito mal em dois cruzamentos, dando a chance para o argentino balançar o barbante, completando para o gol vazio. Após o tento alvinegro, o Rubro-Negro cresceu no jogo. Guerrero teve ótima chance para deixar o dele, após falha bisonha de Renan Fonseca. No entanto, o camisa 9 do Flamengo parou em Jefferson.

O time de Muricy chegou ao empate com um belo gol de Alan Patrick. O meia acertou um chute colocado no ângulo direito de Jefferson, que não teve chance na jogada. A equipe rubro-negra seguiu pressionando, mas o Botafogo se segurou bem, e o primeiro tempo terminou em 1 a 1.

Assim como no início da partida, o segundo tempo começou bem movimentando. O Flamengo voltou com Emerson no lugar de Ederson, apostando novamente nos três atacantes. Já o Botafogo manteve a equipe e se saiu melhor nos primeiros minutos. Sempre perigoso, Ribamar ganhou à frente de Wallace na grande área e foi derrubado: pênalti. Paulo Victor defendeu a cobrança de Rodrigo Lindoso, mas o próprio volante estufou a rede na sequência do lance.

O jogo seguiu eletrizante, mas parecia caminhar para uma vitória alvinegra. Até que Gabriel, que entrou no lugar de Alan Patrick, fez ótimo cruzamento para Marcelo Cirino. O atacante rubro-negro não perdoou e cabeceou bem, deixando tudo igual.

Flamengo e Botafogo (Crédito: Reprodução)
Flamengo e Botafogo (Crédito: Reprodução)
Flamengo e Botafogo (Crédito: Reprodução)
Flamengo e Botafogo (Crédito: Reprodução)
Fonte: Terra