Botafogo empata com o Estudiantes no Engenhão

O adversário do Estudiantes nas semifinais é o Argentinos Juniors, que eliminou o Palmeiras

O ano pode ter acabado nesta quarta-feira para o Botafogo. Com remotas chances de conquistar uma vaga na Ta?a Libertadores, pois est? a nove pontos do G-4 no Brasileir?o, faltando cinco rodadas para o fim do campeonato, o Alvinegro apostava suas ?ltimas fichas na conquista da Copa Sul-Americana, apesar da derrota por 2 a 0 para o Estudiantes na partida de ida, em La Plata. No Engenh?o, o time empatou em 2 a 2 com a equipe argentina e deu adeus ? competi??o novamente de um jeito para se esquecer , ilustrado pela inacredit?vel rea??o do zagueiro Andre Luis ao receber o segundo amarelo na etapa final, dois minutos depois de ter ele mesmo feito o gol de empate (assista ao lance no v?deo ao lado).

O advers?rio do Estudiantes nas semifinais ? o Argentinos Juniors, que eliminou o Palmeiras com duas vit?rias: 1 a 0 no Palestra It?lia e, diante de uma equipe alviverde com nove reservas, 2 a 0 no est?dio Diego Armando Maradona. As partidas est?o marcadas para os dias 12 e 19 de novembro. O Alvinegro volta a campo no pr?ximo domingo, para o cl?ssico contra o Flamengo no Maracan?, ?s 19h10m.

O Botafogo come?ou a semana encarando a partida como o ?ltimo suspiro na temporada, a ?nica chance de conquistar um t?tulo em 2009. O sonho, no entanto, durou apenas tr?s minutos. Angelleri aproveitou toque de cabe?a de Ver?n, entrou na ?rea pela direita e chutou cruzado. Renan falhou, e o Estudiantes fez 1 a 0.

Apesar de a miss?o alvinegra ter ficado muito mais dif?cil, a torcida n?o parou de incentivar. A equipe correspondia em campo demonstrando vontade, mas pouco fez para alimentar alguma esperan?a. Aos nove, Lucio Flavio cobrou falta da esquerda, And?jar saiu mal e Carlos Alberto cabeceou por cima. A ?nica chance realmente clara surgiu dos p?s do camisa 10 e capit?o alvinegro, que aos 27 fez bela jogada individual e chutou com perigo, ? esquerda do gol argentino.

A forte chuva que come?ou a cair acabou sendo um pren?ncio de que o pior estava por vir. Aos 33, mais uma vez Ver?n decidiu. Com um passe perfeito, o volante deixou Salgueiro em condi?es de dominar e colocar no canto esquerdo, desta vez sem chances para Renan. A miss?o do Botafogo virou imposs?vel. Cinco minutos depois, o atacante quase ampliou, mas o goleiro alvinegro defendeu.

Foi o suficiente para os torcedores perderem a paci?ncia, principalmente com Renan, Thiaguinho e Triguinho. Aos 42, o lateral-esquerdo recebeu cart?o amarelo ao fazer falta em Boselli, mas das arquibancadas o pedido era para o ?rbitro chileno Carlos Chand?a expuls?-lo. E n?o demorou para surgirem os primeiros gritos de "ol?" quando o Estudiantes trocava passes.

Campe?es de 95 t?m seus nomes gritados pela torcida

Os jogadores alvinegros voltaram ouvindo os torcedores gritarem o nome de alguns jogadores campe?es brasileiros em 1995. Wilson Gottardo, Gon?alves, S?rgio Manoel, Donizete e T?lio Maravilha foram lembrados. Com Lucas Silva e Luciano Almeida nos lugares de Thiaguinho e Triguinho, respectivamente, a equipe melhorou, e a partida recome?ou como se fosse um treino de ataque contra a defesa. Aos dez, Wellington Paulista deu passe de calcanhar para Lucio Flavio, que chutou para And?jar espalmar a escanteio.

Tr?s minutos depois, Renato Silva, um dos poucos jogadores poupados pela torcida, sofreu p?nalti. Lucio Flavio cobrou com categoria para diminuir. A press?o alvinegra continuou e surtiu efeito. Com a volta do apoio vindo das arquibancadas, a equipe chegou ao empate. Em escanteio cobrado pelo camisa 10, a bola sobrou para Andre Luis soltar a bomba e marcar o segundo gol.

Mas o que poderia resultar numa elimina??o ao menos digna se transformou num fim tragic?mico. Depois de fazer falta em Calder?n, Carlos Alberto caiu na provoca??o de Ver?n, e os jogadores de ambos os times trocaram empurr?es. O ?rbitro puniu com amarelo o capit?o do Estudiantes e tamb?m Andre Luis, que j? havia recebido cart?o e seria expulso. Revoltado, uma vez que n?o foi protagonista da confus?o, o zagueiro alvinegro tirou o cart?o das m?os de Carlos Chand?a, cuja rea??o foi de susto e medo.

Andre Luis acabou expulso, e o descontrole emocional tomou conta at? mesmo do banco de reservas do Botafogo, com integrantes da comiss?o t?cnica amea?ando invadir o campo, resultando na expuls?o de um m?dico. Dentro das quatro linhas, os jogadores esqueceram de jogar e tentavam a todo custo provocar a expuls?o de Ver?n. N?o conseguiram e ainda assistiram, sob a festa dos cerca de 500 torcedores do Estudiantes, ao jogador ser substitu?do e provocar a torcida botafoguense.

E para esta mesma torcida, o fim de ano parece reservar apenas o notici?rio envolvendo a negocia??o dos principais jogadores do elenco. Se Diguinho j? deu declara?es em tom de despedida, Lucio Flavio confirmou o interesse do Santos, T?lio e Jorge Henrique est?o na mira do Corinthians, e Carlos Alberto pode nem chegar ao fim do seu contrato, no meio de 2009, uma vez que h? chances de ele tomar o caminho de volta ?s Laranjeiras e uma vez mais defender o Fluminense. Mas ainda restam cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: Globo Esporte