Botafogo vacila e cede empate ao Vitória nos acréscimos

Glorioso vencia até os 46 minutos do segundo tempo

O botafogo vacilou feio e cedeu empate ao Vitória, na tarde deste domingo, em 1 a 1, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Glorioso vencia até os 46 minutos do segundo tempo, mas permitiu a igualdade nos acréscimos. Sassá fez o gol alvinegro, enquanto Victor Ramos deixou tudo igual para os baianos. 

O resultado manteve o Glorioso na lanterna da competição nacional, agora com cinco pontos. Já o Vitória chegou aos nove, na décima primeira colocação. O jogo foi de baixo nível técnico, mas teve muitas oportunidades. 

Os minutos iniciais do jogo foram marcados por muita desorganização de ambas as partes e uma imagem forte. O volante Flávio, do Vitória, sofreu uma concussão cerebral após dividida de bola com Bruno Silva e caiu desacordado no gramado. O jogador teve alguns espasmos musculares, deixando todos preocupados. Quando retomou a consciência, o atleta pediu para voltar, mas o médico do Vitória vetou, determinando a substituição. 

Botafogo (Crédito: Reprodução)
Botafogo (Crédito: Reprodução)



Após o susto, as duas equipes tentavam, sem sucesso, chegar ao gol. O Glorioso investia muito com Leandrinho, mas não tinha presença de área. Os mais perigosos do Rubro-Negro eram Kieza e Marinho. A dupla tabelou algumas vezes, porém não teve eficiência nos arremates. 

No intervalo do jogo, um pedido de casamento de um torcedor do Botafogo animou o público presente e afastou o frio de Volta Redonda. 
Disposto a ir em busca dos três pontos, o Alvinegro voltou mais determinado, com Sassá no lugar do apagado Ribamar. O substituto começou bem e sacudiu o barbante aos cinco minutos após desvio de Luis Ricardo em escanteio. 

Após o gol, o jogo ficou no famoso 'perde e ganha' e também no 'lá e cá'. As equipes alternavam boas chances, mas faltava capricho nas finalizações. Os goleiros, então, passaram a aparecer mais e fizeram boas defesas. 

O jogo ficou ainda mais aberto na parte derradeira. O Vitória passou a sufocar o Botafogo e conseguiu o tão esperado empate com gol de Victor Ramos. O zagueiro acreditou em cruzamento de Diego Renan e mandou, de cabeça, para o fundo do gol alvinegro, frustrando o reduzido público presente. A zaga do Glorioso ficou olhando no lance, um erro fatal. 

FICHA TÉCNICA: 

BOTAFOGO 1 X 1 VITÓRIA 

Data/Hora: 
12/6/2016, às 11h 
Local : Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ) 
Árbitro : Ricardo Marques Ribeiro (MG) 
Auxiliares : Celso Luiz da Silva (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG) 
Cartões amarelos : Anderson Aquino, Airton (BOT); Marinho (VIT) 
Público e renda : 1.203 pagantes / R$ 28.340,00 

Gols : Sassá, 5'/2°T (1-0); Victor Ramos, 46'/2°T (1-1) 

Botafogo : Sidão, Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca e Diogo; Airton (Fernandes, 18'/2°T), Bruno Silva, Gegê e Leandrinho (Salgueiro, 24'/2°T); Ribamar (Sassá, intervalo) e Anderson Aquino. Técnico: Ricardo Gomes. 

Vitória : Fernando, Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral (Alípio, 28'/2°T), Willian Farias e Flávio (Tiago Real, 9'/1°T); Dagoberto (Vander, 17'/2°T), Marinho e Kieza. Técnico: Vagner Mancini. 

Fonte: Terra