Botafogo vence em estréia no Carioca

Com o resultado, o Botafogo assume a liderança do Grupo B,

Campo ruim, arbitragem ironicamente confusa - acertou ao anular dois gols ilegais, mas não sem tumultuar a partida - e vitória do Botafogo versão 2009. Em sua estreia no Campeonato Carioca, o Glorioso derrotou o Boavista por 2 a 1 na tarde deste sábado, no estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema, e deu esperanças à torcida, que compareceu em ótimo número e aplaudiu o esforço dos jogadores, principalmente Maicosuel. Sem Reinaldo, vetado por causa de lesão muscular, o dono da 10, camisa que há bem pouco tempo pertencia a Lucio Flavio, um dos ídolos recentes dos alvinegros, foi o grande nome do jogo e ainda marcou o primeiro gol do estadual (vídeo ao lado).

Com o resultado, o Botafogo assume a liderança do Grupo B, mas não está sozinho. Ao seu lado, Mesquita e Macaé venceram Bangu (3 a 1) e Volta Redonda (2 a 0), respectivamete, e têm melhor saldo de gols. O próximo compromisso do Alvinegro é na próxima quinta-feira, contra o Macaé, às 18h45m, no Engenhão. Já o Boavista, algoz do Glorioso em 2007, quando o derrotou no mesmo Elcyr Resende de Mendonça, impedindo que o time chegasse às semifinais da Taça Guanabara, tenta a recuperação contra o Voltaço, quarta-feira, às 17h, no Raulino de Oliveira.

A forte chuva que castigou o Rio de Janeiro durante a semana deixou sequelas no estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema. Com o gramado pesado, apresentando poças d"água em vários pontos, a partida começou com os jogadores tendo dificuldade para carregar a bola e dar sequência às jogadas. E foi exatemente isso que atrapalhou o Boavista, que começou impondo um ritmo mais forte e pressionando o Botafogo. Mas foi dos visitantes a primeira boa chance. Aos 8, Diego cruzou da direita, a bola passou por toda a pequena áera, e Victor Simões chegou atrasado.

Dois minutos depois, a resposta dos anfitriões. Bate-rebate na área alvinegra, e a bola sobrou para Têti - que já defendeu as cores do Botafogo - desperdiçar ótima oportunidade. A partir daí, domínio total alvinegro, e o gol não demorou a surgir. Pessanha derrubou Alessandro na entrada da área. Falta perigosa, que Maicosuel, depois de Juninho ameaçar fazer a cobrança, aproveitou para colocar com categoria a bola no ângulo esquerdo de Erivélton, aos 15.

Àquela altura, muitos torcedores ainda tentavam entrar no estádio - a torcida da casa teve de ceder espaço atrás de um dos gols, pois os alvinegros não tinham mais onde ficar. Em campo, a equipe da capital poderia ter ampliado aos 25, quando Diego recebeu bom passe de Victor Simões, entrou na área e chutou para o goleiro espalmar a escanteio. Depois da cobrança, Leo Silva quase ampliou ao cabecear à esquerda. O Boavista respondeu aos 34, mas Renan fez boa defesa em falta cobrada por Bruno Moreno.

Fonte: Globo Esporte