Botafogo x Timão terá cinco do Superclássico, e volta de Seedorf

Jefferson e Lucas, do Botafogo, e Paulinho, Ralf e Martinez, do Corinthians, participaram da vitória brasileira em Goiânia, na última quarta-feira


Botafogo x Timão terá  cinco do Superclássico, além da volta Seedorf

Companheiros na quarta-feira, adversários neste domingo. Jefferson e Lucas, do Botafogo, e Paulinho e Ralf, do Corinthians, atuaram juntos na vitória da seleção brasileira sobre a da Argentina, por 2 a 1, na quarta-feira, e agora estarão em lados opostos no jogo da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Engenhão, às 16h (de Brasília). Além deles, o corintiano Martinez, que fez o gol dos hermanos no Superclássico no Serra Dourada, também estará em campo. Os cinco jogadores serão um atrativo a mais na partida em que o Alvinegro carioca jogará de camisa dourada pela primeira vez. O goleiro Cássio, que foi reserva do Brasil, está confirmado na equipe paulista. Titular contra a Argentina, Fábio Santos, suspenso, desfalca a equipe paulista.

O Botafogo vive um bom momento no Campeonato Brasileiro com uma série de cinco jogos de invencibilidade, que manteve o time na briga para entrar no grupo dos quatro primeiros colocados. Com tempo para treinar, o técnico Oswaldo de Oliveira optou por um período de concentração de três dias no centro de treinamento da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), em Saquarema, Região dos Lagos do Rio. Com a volta de Seedorf, ele trabalhou exaustivamente o posicionamento dos jogadores e variações ofensivas. A expectativa é de que uma evolução já seja apresentada agora na busca por uma vaga na Taça Libertadores do ano que vem.

Longe do título, o Corinthians quer afastar qualquer possibilidade de rebaixamento para passar a pensar no Mundial de Clubes, marcado para dezembro, no Japão. Nas contas da comissão técnica, 45 pontos são suficientes para tal. O Timão tem 35 e vai ao Rio de Janeiro embalado pela vitória no clássico contra o Palmeiras.

A equipe dirigida pelo técnico Tite, aliás, ainda não perdeu jogando na Cidade Maravilhosa em 2012. Foram dois empates sem gols contra o Vasco (um pela Libertadores e outro pelo Brasileirão), uma vitória sobre o Flamengo (3 a 0) e outra igualdade com o Fluminense (1 a 1).

Fonte: GloboEsporte.com