Brasil chega à última competição do ano sem Thiago Pereira e Cielo

Thiago Pereira e Cesar Cielo não disputaram o Mundial em Istambul

O Brasil chega a sua última competição no ano sem suas principais estrelas. Cesar Cielo e Thiago Pereira não participarão do Mundial de piscina curta em Istambul, na Turquia, que começa nesta quarta-feira a partir das 5h (horário de Brasília).Tratando de lesão do joelho, Cielo foi vetado de participar. Já Pereira desistiu do campeonato por opção. Com casamento marcado para 2013, o nadador quer aproveitar as férias para planejar a cerimônia.


Brasil chega à última competição do ano sem Thiago Pereira e César Cielo

Sem os medalhistas olímpicos - Cielo foi bronze nos 50 m livres e Thiago Pereira conquistou a prata no 400 m medley em Londres - o Brasil busca defender o bom retrospecto na competição. Nas últimas dez edições do Mundial, o país conquistou 23 medalhas (11 de ouro, sete de prata e 10 de bronze), ocupando a décima colocação no ranking dos 43 países que já subiram ao pódio. Além disso, o Brasil tem quatro atletas entre os maiores medalhistas masculinos: Gustavo Borges em 7º lugar com 10 pódios; Fernando Scherer, Cesar Cielo e Kaio Márcio empatados em 33º lugar com cinco medalhas cada um.

Para manter o bom desempenho na competição que irá até o próximo domingo (16/12), a equipe brasileira contará com 19 atletas (8 mulheres e 11 homens). Entre eles, destacam-se Fabíola Molina (medalha de prata e quatro vezes medalha de bronze em Jogos Panamericanos), que nadará os 100 m costas, pelas mulheres, e Nicholas Santos (medalhista de prata e duas vezes de bronze em mundiais e duas vezes medalhista de ouro e uma de bronze em Panamericanos), que disputará os 50m borboleta, pelos homens.

Mas não são só os brasileiros que terão grandes nomes ausentes da competição. Os Estados Unidos também verá sua equipe sem três grandes estrelas: Michael Phelps, que se aposentou após os Jogos de Londres, Nathan Adrian, que não competirá por uma lesão no dedo, e Missy Franklin, que escolheu não participar do Mundial.

Tais ausências dão oportunidade a outro norte-americano de brilhar. Ryan Lochte, quatro vezes campeão olímpico e especialista em todos os estilos, é o grande favorito a medalhas do campeonato.

Allison Schmitt, uma das mais novas sensações da natação nos EUA após ganhar cinco medalhas em Londres, e a chinesa Ye Shiwen, que com apenas 16 anos conquistou dois ouros em Londres (nos 200m e nos 400m medley) também geram expectativas para o Mundial.

O Mundial de piscina curta em Istambul, na Turquia, contará com a participação de 911 nadadores, de 161 nações diferentes. As provas serão disputadas entre esta quarta-feira (11/12) e o próximo domingo (16/12).

Fonte: UOL