Copa: Vôlei feminino do Brasil é atropelado pela Itália por 3 sets a 0

Copa: Vôlei feminino do Brasil é atropelado pela Itália por 3 sets a 0

Sem se encontrarem em quadra, as meninas do Brasil foram implacavelmente derrotadas pela seleção italiana por 3 a 0

Sem se encontrarem em quadra, as meninas do Brasil foram implacavelmente derrotadas pela seleção italiana por 3 a 0 (parciais de 25/23, 25/16 e 25/23), na madrugada deste sábado em Sapporo, complicando-se na Copa do Mundo de Vôlei que está sendo disputada no Japão. Com apenas 12 pontos (cinco vitórias), a equipe nacional deve perder a quinta posição até o fim dessa 7ª rodada, ficando praticamente alijada do título da competição (a líder Itália já conta com 20 pontos faltando somente quatro compromissos) e ainda mais distante de uma das três vagas para os Jogos de Londres, em 2012.

O time brasileiro voltará a quadra neste domingo, quando medirá forças com o Japão (adversário direto na classificação para as Olimpíadas) em seu oitavo compromisso (os jogos restantes serão com as pouco cotadas Argentina, República Dominicana e Argélia). Caso não consiga terminar a Copa do Mundo entre as três primeiras colocadas, a seleção terá chance de brigar pelo passaporte a Londres disputando a seletiva continental.

As equipes começaram se revezando na dianteira do placar, sempre com um ponto de vantagem, até o Brasil fazer 9/5, aproveitando-se de bom aproveitamento nos saques e nos bloqueios. O forte quadro italiano, no entanto, correu atrás e igualou em 9/9, confirmando o já esperado equilíbrio. Somente no fim do set a Itália abriu para 24/21, fechando em 25/23.

A segunda parcial foi toda azzurra. Arrasadoras, as italianas cravaram 7/1 e depois 9/2, com jogo consistente e se aproveitando dos erros de ataque da seleção de José Roberto Guimarães. Mesmo com o bom rendimento de Adenisia (que entrara no lugar de Fabiana) no meio de rede, o Brasil não foi páreo, caindo por incontestáveis 25/16.

O Brasil foi para o terceiro set com a missão de tudo ou nada. A equipe nacional, no entanto, parecia sem a concentração necessária para enfrentar um adversário poderoso como a Itália, detentora do título da última edição, em 2007 (vencendo justamente as brasileiras na última edição, disputada também no Japão). Muito superior, as italianas não encontraram muita resistência e, mesmo com uma improdutiva reação brasileira, fecharam em 25/23, vencendo a partida por sonoros 3 a 0.

A seleção brasileira começou jogando com Fabíola, Fabiana, Paula Pequeno, Mari, Sheilla, Thaisa e a líbero Fabi. Entraram no decorrer Camila Brait, Sassá, Adenisia, Tandara e Dani Lins.

Fonte: Globo Esporte