Brasil é ""fabuloso"" em goleada histórica contra Portugal em Brasília

Brasil desencanta e fecha ano com goleada sobre Portugal

Criticada pelas ?ltimas atua?es diante de seus torcedores, a Sele??o Brasileira conseguiu afastar momentaneamente a crise que rondava o ambiente e a press?o sobre o t?cnico Dunga ao golear Portugal por 6 a 2 na noite desta quarta-feira, no Est?dio Bezerr?o, no Distrito Federal. Com isso, o time nacional encerra um jejum de gols que incomodava o elenco quando jogava como mandante.

Quase um ano depois, o Brasil voltou a balan?ar as redes advers?rias atuando em seus dom?nios. Para quebrar o jejum, novamente a equipe de Dunga contou com os gols do artilheiro Luis Fabiano, que repetiu a dose nesta quarta, assim como havia feito quase um ano atr?s, no dia 21 de novembro do ano passado.

Na ocasi?o, a ?ltima vez que o time verde e amarelo havia marcado na condi??o de mandante, o ex-s?o-paulino fez dois na vit?ria sobre o Uruguai, no Morumbi, pela quarta rodada das Eliminat?rias da Copa do Mundo de 2010.

Depois dos tentos anotados na capital paulista, o Brasil amargou tr?s jogos sem marcar contra Argentina, Bol?via e Col?mbia, frustrando torcedores paulistas e cariocas, que vaiaram a equipe e pediram durante as partidas a sa?da do treinador ap?s os empates por 0 a 0.

Nesta quarta, mesmo saindo atr?s no marcador, o time nacional contou com a for?a das arquibancadas para superar o time comandado pelo astro Cristiano Ronaldo e fechar o ano de 2008 com uma vit?ria para apagar as m?s atua?es da temporada. Ainda sem o meia Ronaldinho, Kak?, que atuou em sua terra natal, assumiu a camisa dez e foi o respons?vel pelas principais jogadas de cria??o da equipe da casa.

O astro portugu?s, ali?s, foi vaiado pelos torcedores brasileiros sempre que pegou na bola durante o confronto. Assediado durante toda a semana pelos f?s, o atacante do Manchester United contou com o prest?gio dos locais somente at? o in?cio da partida.

No entanto, logo no come?o do duelo, quando Cristiano Ronaldo chamava a aten??o com lances de efeito, o time visitante aproveitou desaten??o brasileira e saiu em vantagem. Aos 4min, depois de levantamento na ?rea, Bruno Alves pegou sobra e bateu para o gol. No meio do caminho, Danny desviou de letra e abriu o placar.

Com o susto tomado logo no primeiro lance de perigo, a torcida diminuiu o ritmo, mas o sil?ncio durou pouco tempo gra?as ? velocidade de Robinho. O atacante do Manchester City foi mais r?pido que o compatriota Pepe e avan?ou pela esquerda antes de servir Luis Fabiano. Na frente do goleiro Quim, o ex-s?o-paulino dominou e mandou para as redes, encerrando jejum de gols brasileiros.

Empolgados pelo empate conquistado logo em seguida, o Brasil voltou a contar com o apoio das arquibancadas e melhorou no jogo, criando boas oportunidades na seq??ncia. Aos 14min, Kak? achou Robinho dentro da ?rea e o atacante bateu com a direita pr?ximo ? trave portuguesa.

Com melhor futebol, o time de Dunga conquistou a virada novamente com o centroavante do Sevilla, dez minutos depois. Em nova jogada iniciada por Kak?, desta vez pela direita, o meia foi ao fundo e deu bom passe para Luis Fabiano. Ap?s passar da bola, o camisa girou e bateu com a perna esquerda, contando com desvio de Maniche para balan?ar as redes de novo.

Antes de ir para o intervalo, o Brasil ainda perdeu outra boa chance de marcar, em nova trama de ataque de seus homens de frente. Ap?s tabelar com Robinho, o meia Kak? apareceu livre na frente de Quim, mas desperdi?ou ao bater por cima. Com o bom futebol, logo aos 5min ap?s o rein?cio, a torcida j? gritava "ol?" com a troca de passes dos donos da casa.

Com in?cio de festa no Bezerr?o, os mandantes trataram de aumentar o tom logo nos primeiros minutos, com mais dois gols em curto per?odo. Aos 10min, em bela troca de passes, Robinho tocou para Elano, que rapidamente viu Luis Fabiano. De costas, o atacante serviu Maicon, que dominou na ponta direita e bateu direto para o gol, anotando o terceiro tento brasileiro.

Logo em seguida, Robinho girou sobre a marca??o advers?ria e tentou marcar o seu em chute com a perna esquerda. Mas depois de rebote do goleiro portugu?s, novamente foi a vez de Luis Fabiano aproveitar a bola coloca??o e dar leve toque por cobertura. Sem dar tempo para muitas comemora?es, o time europeu descontou com Sim?o, que recebeu nas costas da defesa e finalizou sem dar chances ? J?lio C?sar.

Por?m, o time nacional ainda voltaria a dar alegrias ao torcedor com mais um gol sobre a zaga portuguesa, em nova jogada coletiva de seu ataque. Depois de girar a bola com calma, o Brasil abriu o lance para o lado direito nos p?s de Elano. Com espa?o, o meia arriscou o tiro e acertou o ?ngulo da equipe advers?ria.

Com o placar el?stico e a vit?ria j? assegurada, Dunga promoveu algumas altera?es e o time diminuiu o ritmo nos momentos finais. Ao todo foram feitas seis altera?es, com as entradas de Daniel Alves, Marcelo, Mancini, Josu?, Alex e Adriano. Entre os que foram substitu?dos, os destaques ficaram para as sa?das de Robinho e Lu?s Fabiano, que foram muito aplaudidos e tiveram seus nomes gritados pelos f?s.

E, mesmo com o ritmo mais lento, o time de Dunga chegou ao seu sexto gol e fechou o placar no Bezerr?o com grande atua??o. Em lance de dois jogadores que entraram nos minutos finais, Marcelo cruzou com precis?o da esquerda e Adriano testou para o fundo das redes portuguesas, no ?ltimo lance antes do apito final.

Fonte: Terra, www.terra.com.br