Brasil vence Panamá antes de estreia na Copa América

Philippe Coutinho comanda seleção brasileira, que encara o Equador

O Brasil conseguiu se preservar fisicamente, testar esquemas táticos diferentes e ainda ter uma boa atuação na vitória por 2 a 0 sobre o Panamá, em Denver, no último amistoso antes da estreia na Copa América Centenário. No 4-1-4-1, Jonas, substituto de Neymar, fez 1 a 0 antes que o rival tocasse na bola. As trocas de posições foram constantes e Philippe Coutinho, enfim, esboçou de amarelo o que costuma fazer de vermelho, no Liverpool. Depois, com Hulk no lugar de Luiz Gustavo e o 4-4-2, Gabriel honrou o apelido de Gabigol e a confiança que vem recebendo de Dunga: 2 a 0. Que estrela tem o garoto! O Brasil saiu de campo fortalecido, mesmo com a fragilidade do adversário.

Gabriel e Douglas Santos estrearam pela seleção principal, e o atacante do Santos, com um tapa de pé esquerdo, fez seu primeiro gol no Brasil. Bem posicionado e oportunista, ele correu para abraçar Dunga no banco de reservas. A cumplicidade entre eles é nítida. O lateral do Atlético-MG, por sua vez, também teve boa atuação, mais solto no segundo tempo, principalmente.

O Brasil começou o jogo no 4-1-4-1 dos últimos três jogos, sem novidades, mas com muito mais movimentação envolvendo Coutinho, Willian e Jonas. Renato Augusto, novamente, impressionou pela leitura tática perfeita. No intervalo, Dunga trocou Luiz Gustavo por Hulk e armou um 4-4-2 com Elias e Renato Augusto centralizados, sem nenhum volante-volante. O meio-campo ganhou qualidade. Lucas Lima entrou no fim e ficou mais adiantado ao lado de Gabriel.

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Globoesporte.com