Brasília, Goiânia, Cuiabá e Campo Grande disputam sede da Copa no Centro-Oeste

Duelam na região Centro-Oeste do país para ter o direito de receber as seleções

Est?dio com capacidade m?nima para 40 mil torcedores. Hot?is de 3 a 5 estrelas para acomodar uma delega??o de 60 pessoas (jogadores e comiss?o t?cnica), al?m de torcedores de um pa?s. E, principalmente, ter atra??o tur?stica. Estas s?o tr?s das muitas exig?ncias do Comit? Organizador e da Fifa para escolherem as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Nada que tire o sono de Bras?lia, Goi?nia, Cuiab? e Campo Grande, que duelam na regi?o Centro-Oeste do pa?s para ter o direito de receber as sele?es do Mundial, e apresentaram suas propostas num semin?rio, nessa semana, no Rio de Janeiro.

O presidente da Federa??o Brasiliense de Futebol, F?bio Sim?o, apresentou projeto de constru??o de uma arena multiuso ao passo que o Est?dio Man? Garrincha ser? demolido. Ele fez quest?o de alertar aos julgadores para a import?ncia do transporte especial VLT (Ve?culo Leve sobre Trilhos) do aeroporto ao est?dio e destacou que a rede hoteleira da capital federal fica a apenas 2 Km do local dos jogos.

- A id?ia ? construirmos uma arena multiuso para 63 mil pessoas. Tamb?m vamos aumentar os 27 mil leitos para 38 mil. Teremos 30 mil vagas de estacionamento. Os investimentos devem ser feitos atrav?s de uma PPP (Parceria P?blico Privada) - confirma.

O secret?rio municipal de Esportes e Cidadania de Cuiab?, Pedro Luiz Sinohara, preferiu ressaltar a voca??o hospitaleira do povo local, a paix?o dos conterr?neos pelo futebol e a diversidade cultural da cidade. O Mato Grosso apresentou como atrativo o Pantanal, o Cerrado, o Rio Araguaia e a Chapada dos Guimar?es. O Est?dio Verd?o ser? totalmente reformado para poder receber 45 mil torcedores.

- J? criamos um fundo para angariar recursos. Para quem acha que n?o temos tradi??o em receber grandes eventos, lembro da organiza??o da Copa Am?rica de V?lei, nessa semana, com m?dia de 13 mil torcedores por partida. Al?m disso, recebemos a sele??o brasileira de futebol cinco vezes. No entanto, precisaremos fazer tantas reformas no Verd?o que praticamente ser? constru?do um outro est?dio numa parceria entre os governos estadual e municipal - diz.

Tendo como mote o trip? futebol, turismo e infra-estrutura, Goi?nia acredita na for?a do Serra Dourada para ser escolhida entre as 12 das 18 cidades candidatas ? sede da competi??o. Com capacidade para 50 mil torcedores, o est?dio ser? reformado de acordo com os preceitos da Fifa.

- Temos que rebaixar o gramado e eliminar uma parte da arquibancada do est?dio. A Fifa pede que os torcedores fiquem mais pr?ximos do campo. ? preciso tamb?m melhorar a zona mista, a tribuna de imprensa e a sala antidoping. N?o vamos precisar ampliar o estacionamento, que j? comporta 10 mil ve?culos - garante o presidente da Ag?ncia Goiana de Esporte e Lazer, Talles Barreto.

Os representantes de Campo Grande apostaram na revitaliza??o do principal est?dio da cidade, o Moren?o. As tr?s principais promessas foram: a melhoria do gramado, a diminui??o da dist?ncia da arquibancada e a retirada dos fossos do Universit?rio Pedro Pedrossian.

A rede hoteleira de Campo Grande dever? ser expandida de 4.100 para 10 mil leitos e o esquema de transporte urbano reorganizado. ? o que defenderam no semin?rio o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, o governador do Mato Grosso do Sul, Andr? Puccinelli, o secret?rio municipal de Obras P?blicas, Jo?o Ant?nio Demarco, e o reitor da Universidade Federal de MS, Manoel Catarino Paes Per?.

Fonte: Globo Esporte