Briga de torcida com dirigente do Palmeiras acaba em cadeirada

A Polícia Militar foi acionada imediatamente

Na partida entre Palmeiras e Figueirense deste domingo, em Florianópolis, que terminou 2 a 1 para os atuais líderes do Campeonato Brasileiro, uma confusão aconteceu nas arquibancadas do estádio Orlando Scarpelli. Torcedores do time catarinense se irritaram com a presença do auxiliar técnico do Verdão, Alberto Valentim, em um dos camarotes do local e houve princípio de ofensas.

Em um vídeo viralizado nas redes sociais, nota-se que os torcedores do Figueirense batem boca com alguém de dentro do camarote, onde estava Valentim. Em seguida, um funcionário de uma assessoria esportiva que prestava serviços para o Palmeiras arremessa uma cadeira em direção à arquibancada, gerando mais revolta dos catarinenses que tentaram jogá-la de volta. A Polícia Militar foi acionada imediatamente.

Image title

Alguns torcedores acusaram o auxiliar de Cuca de ter feito provocações. Valentim negou a informação e disse que estava apenas assistindo ao jogo ao lado de outros membros da comissão do Palmeiras. 

Na saída do Orlando Scarpelli, torcedores ainda esperaram a saída de Valentim, cercado de policiais. Neste momento, o auxiliar-técnico de Cuca quase foi agredido. Nenhum fã do Figueirense foi punido, mas a pessoa contratada a assessorar o Palmeiras em Floripa terá de responder pela agressão e pelo prejuízo ao patrimônio do Figueirense.


Fonte: iG