Brum, Robinho, Ganso e Neymar visitam entidade após polêmica

Após polêmica, Robinho e outros conhecem instituição

A polêmica envolvendo a visita dos jogadores do Santos ao Lar Espírita Mensageiros da Luz, que abriga crianças com paralisia cerebral, foi contornada nesta segunda-feira por quatro atletas do clube da Baixada Santista. Após grande parte do elenco santista se recusar a entrar no local por causa de questões religiosas, o volante Roberto Brum, o meia Paulo Henrique Ganso e os atacantes Neymar e Robinho compareceram à casa e fizeram uma surpresa para funcionários e internos.

Os jogadores agiram de forma diferente da última visita e foram sem a presença da imprensa. Brum, inclusive, levou várias miniaturas do Baleinha e Baleião, mascotes do clube da Baixada Santista, e entregou para todos os internos. Além dos quatro atletas, a visita contou com a presença da família de Brum, que levou mulher e filhos.

Já Robinho presenteou as crianças com a sua camisa de número 200 pelo Santos. A camisa será leiloada e a renda revertida para ajudar os internos na casa. A iniciativa desta vez partiu dos próprios jogadores.

Na visita programada pelo clube para o dia 1º de abril os principais atletas do time se recusaram a descer do ônibus por questões religiosas (a instituição é espírita). Roberto Brum não foi ao local na ocasião, pois havia sido liberado pelo técnico Dorival Júnior.

Na ocasião desceram apenas 11 atletas: os goleiros Felipe e Wladimir, o zagueiro Edu Dracena, o atacante Zé Eduardo, o volante Arouca, o lateral Pará, e os atacantes Gil, Maikon Leite, Breitner, Zezinho e Wesley.

Fonte: Terra