Copa 2014: caça e agora caçador, Neymar é quem mais recebe cartões amarelos na era Felipão

Copa 2014: caça e agora caçador, Neymar é quem mais recebe cartões amarelos na era Felipão

A quantidade de cartões amarelos de Neymar, além de alta, é preocupante

Acostumado a ser caça, Neymar tem mostrado cada vez mais seu lado caçador. Na partida contra a Croácia, o atacante brasileiro, além dos dois gols, deixou a sua marca também no rosto de Modric, ao acertar o rival com o braço. Não bastassem os gols, o jogador garantiu seu primeiro cartão amarelo na Copa do Mundo, o quinto pela seleção sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Ninguém foi mais advertido do que ele na atual era Felipão.

São cinco cartões amarelos desde o começo de 2013, número alto por se tratar de um atacante. Para se ter uma ideia, o zagueiro David Luiz e o volante Luiz Gustavo, ambos com obrigações defensivas maiores do que o camisa 10, foram amarelados três vezes no mesmo período.

A quantidade de cartões amarelos de Neymar, além de alta, é preocupante. A falta cometida sobre Modric, por exemplo, poderia ser interpretada por um árbitro mais rigoroso como passível de cartão vermelho. Essa foi uma das reclamações dos croatas em campo. Para qualquer seleção no Mundial, atuar com um homem a menos é ruim; para o Brasil, ter o desfalque de seu principal craque é ainda pior.

Diferentemente do que ocorre no Campeonato Brasileiro, na Copa do Mundo apenas dois, e não três, cartões amarelos suspendem o jogador da partida seguinte. Neymar, portanto, já está pendurado. Isso, garante o técnico Luiz Felipe Scolari, ainda não lhe tira o sono:

- Eu tenho primeiro que pensar em me classificar para a segunda fase. Não posso ficar pensando se vou perder um jogador ou outro por causa de cartões.

Serve de alento para a seleção brasileira o fato de que nas oitavas de final os cartões amarelos recebidos na primeira fase são zerados. A tendência, caso o Brasil vença o México na segunda rodada e consiga a classificação antecipada para a segunda fase, é que o atacante seja poupado contra Camarões, para evitar a suspensão

- Vou entrar nos próximos jogos com tranquilidade. Tenho de jogar naturalmente. Se eu ficar pensando muito e preocupado, é pior - ressaltou Neymar.

Fonte: Extra