Campeã mantém cinturão e festeja com beijo na repórter

Tonya Evinger já tem um histórico de “assédios''

O Invicta FC, evento só de lutas femininas de MMA, teve sua 17ª edição neste sábado, nos Estados Unidos. Com duas disputas de cinturão, ficou marcado pela manutenção de Tonya Evinger como a “rainha'' das pesos galo e a derrota da brasileira Lívia Renata Souza, que defendia o título do peso palha e foi derrotada. Mas, o lance que chamou mesmo a atenção foi um beijo roubado por Tonya.

Ao final de seu combate contra Colleen Schneider, em que venceu por pontos com ampla vantagem, a norte-americana fez duas coisas. A primeira foi vomitar em um balde – algo comum a ela e um detalhe que não gostaria de precisar contar… A segunda foi tascar um beijo na boca de Laura Sanko, que é lutadora, mas trabalha como repórter/apresentadora do Invicta.

Laura ficou um pouco sem jeito, mas saiu rindo da cena. Depois, postou no Twitter que elas são boas amigas. “Tudo bem entre a gente. Tonya gosta de fazer pegadinhas, mas somos amigas (risos)''.

Atleta beija reporter ao vivo (Crédito: Reprodução)
Atleta beija reporter ao vivo (Crédito: Reprodução)


O curioso é que Tonya Evinger já tem um histórico de “assédios''. Quando lutou com a hoje atriz Gina Carano, como lembrou o MMA Fighting, disse que preferia dar uns pegas na bela morena, mas que estava lá para lhe enfiar a porrada – acabou finalizada. Evinger segue como uma das atletas mais dominantes do momento: são nove vitórias seguidas.

A brasileira Livia Renata Souza pegou a ex-TUF Angela Hill e, depois de botar tanta banca e dizer que não havia rivais à sua altura e que precisava entrar no UFC, Livia foi derrotada por pontos, no que era sua segunda defesa de cinturão do peso palha.

Agora o Brasil só tem Cris Cyborg como campeã do evento. Ela detém o cinturão peso galo, mas lutará no UFC 198, em Curitiba, em peso casado, na sua estreia na organização.

Fonte: Uol