Carioca: Botafogo só empata com Bangu por 1 a 1

Carioca: Botafogo só empata com Bangu por 1 a 1

A equipe alvinegra tem sete pontos na segunda colocação do Grupo A da Taça Rio

Invicto na temporada, o Botafogo visitou o Bangu na tarde deste sábado e saiu de Moça Bonita com um empate por 1 a 1. A partida foi marcada pelo retorno do atacante Jobson, que terminou sua pena por doping e voltou ao clube alvinegro após empréstimos para Atlético-MG e Bahia. O atacante, que não atuava há seis meses, jogou o segundo tempo da partida e deu passe para o gol de Cidinho, que abriu o placar - Almir, ex-jogador do próprio Botafogo, igualou o marcador.

A equipe alvinegra tem sete pontos na segunda colocação do Grupo A da Taça Rio, dois a menos que o líder Macaé. Já o Bangu, com apenas três pontos, aparece na sexta posição do Grupo B. Na próxima rodada, a equipe alvirrubra visita o Madureira, partida que ocorre no sábado, às 16h. Já o Botafogo faz clássico com o Vasco no Engenhão, a partir das 18h30, no domingo da próxima semana.

Oswaldo de Oliveira lidou novamente com desfalques para montar seu time. Para este sábado foram cinco, todos no meio de campo: Elkeson, Maicosuel, Fellype Gabriel, Andrezinho e Marcelo Mattos não tiveram condições de jogo por problemas físicos. Desta maneira, Renato teve a companhia de Lucas Zen e Felipe Menezes no setor, enquanto Loco Abreu, Caio e Herrera formaram o ataque.

O jogo

A partida começou em ritmo morno, até que aos 7min o Bangu fez o torcedor do Botafogo se assustasse. Thiago Galhardo recebeu bola na área e teve seu chute desviado por Antônio Carlos. Na sequência, em escanteio, a bola sobrou para Raphael após desvio e o defensor, na pequena área, chutou no travessão. Ela ainda quicou perto da linha, mas foi afastada pela equipe alvinegra.

Apesar do susto, o Botafogo era ligeiramente superior na partida, mantendo o controle da bola enquanto o adversário tinha o contra-ataque como arma. Aos 15min, Caio arrematou forte de fora da área e Willian Alves espalmou para a área. Loco Abreu apareceu para o rebote, mas Renan Oliveira chegou preciso para mandar a bola pela linha de fundo.

As principais oportunidades passaram a ser do Botafogo. Aos 24min, Herrera chutou da meia esquerda e a bola passou perto do gol. Aos 39min, na melhor chance para a equipe alvinegra, o argentino finalizou de dentro da área e a bola acertou a marcação do Bangu. Na sequência, Caio completou e acertou a trave esquerda. A etapa inicial teve como fato curioso a presença de pipas caídas no gramado, que obrigaram o jogo a ser interrompido por vezes para a retirada das mesmas.

Para o segundo tempo Oswaldo já promoveu o retorno de Jobson logo para depois do intervalo. O atacante substituiu Loco Abreu, preservado do duro gramado de Moça Bonita. As condições do campo dificultavam a criação de jogadas para os dois times, então o recurso era tentar bolas alçadas na área ou cruzamentos a partir da linha de fundo.

Jobson enfrentou dificuldades em seus primeiros minutos em campo. Errou domínios e finalizações, mas arriscou arrancadas perigosas contra a marcação do Bangu. Aos 24min, o atacante finalizou no canto esquerdo de Willian Alves e estufou as redes, mas o gol foi anulado corretamente pela arbitragem por impedimento.

A partir dali o jogo passou a ser completamente favorável ao Botafogo, e o gol enfim saiu aos 28min. Em jogada de Jobson, o jovem Cidinho, que havia entrado pouco antes no lugar de Caio, finalizou forte para superar Willian Alves. A festa alvinegra, porém, durou somente dois minutos. Almir girou sobre a marcação na intermediária e chutou forte no canto esquerdo de Jefferson. O Botafogo teve ainda mais chances de marcar, principalmente com Herrera, mas estas foram desperdiçadas.

Ficha técnica

BANGU 1 x 1 BOTAFOGO

Gols

BANGU:

Almir, aos 28min do do 2º tempo

BOTAFOGO:

Cidinho, aos 30min do 2º tempo

BANGU: Willian Alves; China (Gedeílson), Raphael, Santiago e Renan Oliveira; Oliveira, André Barreto, Thiago Galhardo (Luciano) e Almir (Gabriel Galhardo); Fabinho e Sérgio Júnior

Treinador: Cleimar Rocha

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Lucas Zen e Renato; Caio (Cidinho), Herrera e Felipe Menezes (Jeferson Paulista); Loco Abreu (Jobson)

Treinador: Oswaldo de Oliveira

Cartões amarelos

BANGU: China, Oliveira, Thiago Galhardo e Luciano

BOTAFOGO: Lucas Zen e Herrera

Árbitro

Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Local

Estádio de Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra