Carlos Alberto compara título ao da Liga dos Campeões

Para ele, a Série B é tão importante quanto o título da Liga dos Campeões

Principal estrela do Vasco no acesso à Primeira Divisão e na conquista do título da Série B, o meia Carlos Alberto fez um balanço do desempenho do time na temporada 2009. Com um currículo extenso de títulos internacionais, entre eles a Liga dos Campeões, o jogador comparou o triunfo na Segunda Divisão às principais vitórias de sua carreira.

Para ele, a Série B é tão importante quanto o título da Liga dos Campeões. Carlos Alberto falou ainda das dificuldades que o time passou para chegar à conquista.

- Todo mundo teve que arregaçar as mangas. Para a minha vida, esse título é tão importante quanto todos que eu ganhei. Ele marcou a virada. Esse ano foi especial. Hoje a gente vai ter paz. Foi um ano de vencer dúvidas, medos, inseguranças. Nós tivemos um comando forte, firme e nos momentos mais difíceis nos orientou da melhor maneira. Esse ano, nós ficamos preparados até para os piores momentos ? afirmou o jogador.

Segundo Carlos Alberto, nem todos os jogadores aceitariam disputar uma Série B. Quando chegou ao Vasco, no início da ano, a expectativa era de ficar apenas seis meses. Após três dias, o sentimento cresceu e, de acordo com o próprio jogador, o ideal seria permanecer por anos a fio.

- No futebol, não dá para você ficar explicando muito. Soube que aqui era o meu lugar, que era o ano em que eu encontraria aquela paz para conquistas. Esse ano não vai marcar só a minha vida profissional. Vai marcar a minha vida como homem. O Vasco me deu a chance de ser um homem melhor de buscar a maturidade para ter uma vida melhor ? analisou o capitão cruzmaltino.

Carlos Alberto afirmou ainda que os companheiros foram corajosos ao aceitar o desafio de jogar a Série B no início da temporada. Segundo ele, muitos não aceitaram defender o Vasco em 2009 por conta da queda.

- Independentemente de ser da Série B, esse é um título que poucos têm e poucos têm coragem de disputar. Quando você vai disputar a Série B, você precisa ter a humildade de reconhecer algumas coisas para depois dar um passo à frente. Muitos tiveram a chance de jogar uma Série A, de ir para a Europa, mas preferiram esse desafio. Ninguém teve a preocupação de jogar pelo Vasco ? afirmou o meia.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com