Ceará vence e quebra a invencibilidade do Palmeiras: 2x0

Ceará vence e quebra a invencibilidade do Palmeiras: 2x0

Os gols foram marcados por Washington, que já atuou no clube alviverde e pelo meia Thiago Humberto

Com dois gols sofridos no primeiro tempo, o Palmeiras acabou derrotado pelo Ceará por 2 a 0, neste domingo, no Estádio Presidente Vargas, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Os gols foram marcados por Washington, que já atuou no clube alviverde e pelo meia Thiago Humberto. Esta foi a primeira derrota do Palmeiras no Brasileiro e a quarta no ano, já que a equipe havia perdido apenas para Corinthians e Ponte Preta, no Campeonato Paulista, além da goleada sofrida para o Coritiba, na Copa do Brasil.

Com o resultado negativo, o Palmeiras segue com 11 pontos, o Palmeiras e agora vê o Corinthians, com 13 e um jogo a menos, em segundo lugar. Já o Ceará se afastou da zona de rebaixamento ao atingir seu sétimo ponto na tabela.

Na sequência da competição, o Ceará vai ao Paraná para enfrentar o Coritiba, na quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio Couto Pereira. No mesmo horário, o Palmeiras recebe o Atlético-Go, no Estádio do Canindé. O jogo

Na equipe cearense, o técnico Vágner Mancini não mudou o esquema tático mas fez cinco alterações no time titular, em relação a derrota para o Atlético-Go, na última rodada. Pelo lado alviverde, o técnico Felipão, que não contou com o atacante Luan, suspenso por três cartões amarelos, promoveu a entrada do volante Chico.

Logo no início da partida, no primeiro minuto, o Palmeiras já teve uma boa chance de abrir o placar. Rivaldo avançou pela esquerda e cruzou na medida para Wellington Paulista, que cabeceou forte e obrigou o goleiro Fernando Henrique se esticar todo para fazer a defesa.

Porém, o suposto domínio inicial do Palmeiras não incomodou a equipe do Ceará que partiu para cima do adversário. Aos 6min, Vicente recebeu na esquerda e cruzou, a bola passou por toda a área e chegou em Michel, que finalizou de primeira e acertou a marcação. No escanteio, Thiago Humberto cobrou aberto e Washington, livre de marcação, cacebeou no canto direito de Marcos para abrir o placar.

Apesar de o Palmeiras continuas com mais posse de bola, que não se convertia em chances de gol, foi o Ceará que assustou novamente, em duas oportunidades. Aos 24min, Boiadeiro cruzou da direita, Marcos saiu mal do gol, mas se recuperou na sequência defendendo chute de Vicente. No lance seguinte, Boiadeiro resolveu arriscar da entrada da área e acertou a trave do goleiro alviverde.

Cicinho sentiu uma lesão e teve que sair de campo, em seu lugar Felipão colocou o meia Patrik e passou Marcio Araujo para lateral direita. Porém, os maiores problemas para a equipe alviverde saíam do outro lado, com Boiadeiro. Em mais uma boa jogada, aos 46min, o lateral do Ceará avançou pela direita e cruzou. Na sobra, Thiago Humberto bateu forte no canto esquerdo de Marcos para aumentar a vantagem cearense no placar.

Para o segundo tempo, o técnico alviverde promoveu mais uma mudança, desta vez por opção tática. Na tentativa de dar mais poder ofensivo à sua equipe, Felipão colocou Adriano no lugar de Lincoln. Porém a substituição não surtiu efeito e o Ceará seguiu com a melhores oportunidades de gol.

Aos 7min, Thiago Humberto recebeu de frente para o gol e bateu com muita força, a bola explodiu no travessão de Marcos. O ritmo da partida diminuiu muito e o Ceará passou a se preocupar em não dar mais espaços ao Palmeiras, que com atuação apagada de Kleber, não conseguiu pressionar o adversário.

Em uma rara oportunidade de gol da equipe paulista, aos 27min, Kleber descolou bom passe para Adriano que cruzou rasteiro para Chico, que pegou mal na bola e mandou por cima da meta de Fernando Henrique. Nos acréscimos, ainda deu tempo de Marcos ter sua trave carimbada pela terceira vez, com Osvaldo, que fez bela jogada pela esquerda e bateu rasteiro no canto esquerdo.

Ficha Técnica:

Ceará 2 x 0 Palmeiras

Gols

Ceará: Washington, aos 7min do primeiro tempo e Thiago Humberto, aos 46min do primeiro tempo.

Ceará: Fernando Henrique; Boiadeiro (Diego Macedo), Fabrício, Diego Sacoman e Vicente; Michel, João Marcos, Heleno e Thiago Humberto (Iarley); Osvaldo e Washington. Técnico: Vágner Mancini

Palmeiras: Marcos; Cicinho (Patrik), Thiago Heleno, Leandro Amaro e Rivaldo; Chico, Márcio Araujo, Marcos Assunção e Lincoln (Adriano); Kléber e Wellington Paulista (Vinicius). Técnico: Felipão

Cartões amarelos

Ceará: João Marcos

Palmeiras: Wellington Paulista

Árbitro

Heber Roberto Lopes (PR)

Local

Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)

Fonte: Terra, www.terra.com.br