Ceni erra pênalti, e São Paulo perde para Portuguesa na volta ao Brasil

O São Paulo voltou na última sexta-feira do Japão, onde perdeu a Copa Suruga para o Kashima Antlers


Ceni erra pênalti, e São Paulo perde para Portuguesa na volta ao Brasil

A crise não parece ter fim para o São Paulo. Neste domingo, a equipe tricolor fez sua primeira partida após turnê internacional que contou com três derrotas e o título da Eusébio Cup e foi derrotado pela Portuguesa por 2 a 1. O atacante Diogo comandou a equipe da casa no Canindé com dois gols, enquanto Lucas Evangelista descontou para os visitantes.

O São Paulo voltou na última sexta-feira do Japão, onde perdeu a Copa Suruga para o Kashima Antlers, e buscava conseguir sua terceira vitória, mas encontrou sua sétima derrota no Campeonato Brasileiro. Para aumentar a dor tricolor, Rogério Ceni chegou a perder pênalti quando a equipe visitante era superior.

Com o resultado, o São Paulo está na desesperadora penúltima colocação da tabela, com apenas nove pontos em doze partidas, um ponto a mais que o lanterna Náutico, que tem um jogo a menos. Já a Portuguesa chega a doze pontos e sobe para a 17ª posição. Os tricolores buscam novamente a reabilitação na próxima quinta-feira, no Morumbi, às 19h30, contra o Atlético-PR. Já a Portuguesa visita o Coritiba na quarta-feira, às 21h.

Para este domingo, Paulo Autuori veio com um time bastante mudado. Rodrigo Caio precisou ser improvisado ao lado de Rafael Tolói na defesa por conta de problemas físicos dos outros zagueiros. Na frente, Osvaldo foi barrado e deu lugar a Aloísio. Lucas Evangelista também ganhou chance entre os titulares, auxiliando Jadson na criação.

A partida começou bastante movimenta e com a Portuguesa sendo dona das principais ações. Logo no primeiro minuto Rogério Ceni precisou fazer boa defesa em chute de Diogo. O São Paulo conseguiu ameaçar aos 10min, em arremate de Aloísio que foi espalmado por Lauro. Mesmo com a tentativa tricolor, as principais chances eram todas da equipe da casa.

Se não fosse a presença de Rogério Ceni com boas defesas, a Portuguesa poderia ir para o intervalo já com uma sólida vitória. O que houve, entretanto, foi apenas um gol. Aos 37min, Diogo aproveitou rebote após Douglas salvar bola na linha e bateu forte para abrir o placar. O São Paulo era frágil e nada podia fazer contra a atuação superior da equipe rubro-verde.

No segundo tempo, a situação mudou. O São Paulo voltou do intervalo com um novo espírito e empatou nos primeiros segundos: Lucas Evangelista arrancou na área, driblou a marcação e finalizou no canto direito de Lauro. A equipe tricolor poderia ter já conseguido a virada aos 9min, mas Rogério Ceni viu Lauro defender o pênalti sofrido por Aloísio.

O time tricolor seguiu com mais volume de jogo, mas conseguindo menos oportunidades. Como o São Paulo não matava o jogo, a Portuguesa aproveitou para fazer seu segundo, novamente com Diogo. O atacante aproveitou bola na entrada da área, cortou a marcação e bateu forte no canto esquerdo de Ceni.

Para a tristeza do torcedor são-paulino, o empate por pouco não veio. Aos 43min, Aloísio se intrometeu em jogada que entraria no gol da Portuguesa e acertou a mão na bola. A arbitragem viu a infração e deu o cartão amarelo ao atacante.

Fonte: Terra