Chael Sonnen poupa  Mauricio Shogun na coletiva e chama Vitor Belfort e Minotouro de "fujões"

Chael Sonnen poupa Mauricio Shogun na coletiva e chama Vitor Belfort e Minotouro de "fujões"

O ex-desafiante do cinturão dos médios e meio-pesados já havia dado show durante a coletiva

Depois de escrever até um poema para provocar o brasileiro Mauricio Shogun antes da luta do próximo sábado, Chael Sonnen mudou o tom na coletiva oficial do evento nesta quinta-feira, e direcionou seus ataques a outros lutadores brasileiros como Vitor Belfort e especialmente Rogério Minotouro, que lutaria contra Shogun, mas desistiu por lesão.

"Shogun é um ex-campeão e uma lenda do esporte. Eu nunca o subestimaria, sei que ele pode me vencer e não escolhi lutar com ele. Mas eu sou de um tempo que a palavra ainda valia algo. O Minotouro disse que se lesionou a três semanas da luta contra Shogun. Eu já aceitei lutas com menos tempo que isso. Se você assina um contrato, tem que cumpri-lo. O show deve continuar. É por isso que, se o Minotouro ou o Vitor Belfort assinam um contrato, eu começo a treinar, pois sei que uma oportunidade vai aparecer", disparou Sonnen.

O ex-desafiante do cinturão dos médios e meio-pesados já havia dado show durante a coletiva, quando empostou a voz como se fosse um locutor e ironizou ao ser questionado sobre os motivos para os fãs assistirem ao combate no sábado: "A luta vai ser no sábado. Se tentarem assistir na sexta, estarão adiantados. Se assistirem no domingo, estarão atrasados". O UFC de sábado será o primeiro exibido pelo canal norte-americano Fox Sports 1.

Enquanto fazia declarações desse tipo, Sonnen arrancava risos do lutador Travis Browne, que estava sentado ao seu lado. O presidente Dana White, de pé no centro, também aparentava segurar as gargalhadas enquanto o "Gângster" continuava: "Serão 9,3 milhões de lares nos assistindo. Nem Ali ou Tyson conseguiram isso".

Na sua vez de falar, Mauricio Shogun foi bem mais discreto, mas fez questão de lembrar: "Sonnen sempre mostrou ter muito respeito a mim. Mesmo se ele começar a falar, não vai significar nada Meu desejo de vencer vai ser o mesmo. Meu objetivo é disputar o cinturão, e eu acho que uma vitória sobre ele ajudaria".

Fonte: UOL