Chelsea tenta vingança contra Barcelona na Liga dos Campeões

Jogo na Liga dos Campeões de 2009 é combustível na quarta-feira.

Se existe algum clube na Europa que é uma pedra no sapato do Barcelona, este é o Chelsea. O adversário dos catalães desta quarta-feira, às 15h45, pela ida da semifinal da Liga dos Campeões em Londres, ganhou força no torneio, não perde para o atual campeão mundial há cinco jogos e procura uma nova vingança em cima do rival.


Chelsea tenta vingança contra Barcelona na Liga dos Campeões

O Barça já conseguiu uma revanche em cima do Chelsea. Os ingleses eliminaram os espanhóis na Liga em 2005, nas oitavas de final. Os Blues fizeram o mesmo no ano seguinte, na mesma fase.

E dessa vez não é apenas a mera classificação do Barcelona no confronto de 2009 na semifinal que incomoda. Mas sim os alegados erros de arbitragem daquele jogo no Stam-ford Bridge. O Chelsea reclama até hoje pelo menos três pênaltis. Acabou que o empate em 1 a 1 levou o Barça à final da competição. Para Daniel Alves, a arbitragem não foi protagonista deste jogo. O lateral do Barça acredita que o Chelsea simplesmente não mereceu.

? Eles tiveram medo. Tinham um homem a mais, jogavam em casa, e estavam ganhando. Deveriam ter atacado, mas não têm o conceito de futebol do Barça ? disparou.

O assunto de arbitragem pode até ser levado a campo. Mas a própria imprensa inglesa acredita que no final, o que mais vai interessar vai ser bola rolando, e não o apito.

? A torcida não esqueceu, mas os jogadores são profissionais e vão ter no máximo um sentimento de revanche desportiva ? disse Ben Findon, repórter do ?Daily Telegraph?.

Anfitriões mandam

E nos dez jogos que já aconteceram desde 2000, o fator casa tem sido fundamental. Apenas uma vez o visitante ganhou. Para Mata, esse deve ser um atributo que o Chelsea precisa ter ao seu lado hoje.

? Confio muito em Stamford Bridge. O barulho da torcida, estar em nossa casa... A primeira partida pode definir muita coisa ? disse o espanhol do time inglês.

David Luiz é o grande desfalque

Para o jogo de hoje (e também na volta, em Barcelona), o Chelsea não poderá contar com o zagueiro David Luiz. Machucado na semifinal da Copa da Inglaterra contra o Tottenham, o brasileiro desfalca os Blues por duas semanas, segundo o técnico Roberto Di Matteo.

Para o seu lugar, o italiano pode colocar Ivanovic e manter Bosingwa na lateral direita ou colocar Cahill, que veio do Bolton em janeiro, deixando o sérvio na lateral.

Fonte: Lancepress!