Com 1 a menos, São Paulo segura 0 a 0 com Palmeiras e segue líder do Paulista

Com 1 a menos, São Paulo segura 0 a 0 com Palmeiras e segue líder do Paulista

Apesar do resultado menos favorável ao São Paulo, o time de Ney Franco ainda lidera a competição estadual.

A 11ª rodada do Campeonato Paulista colocou frente a frente São Paulo e Palmeiras, em clássico neste domingo no Estádio do Morumbi. E embora os dois times precisassem da vitória para apagar a má impressão dos jogos pela Copa Libertadores no meio da semana, nenhum dos dois chegou lá. No fim, o placar final de 0 a 0 ficou de bom tamanho para os dois times: para o São Paulo, que jogou quase todo segundo tempo com um a menos (Lúcio foi expulso), e para o Palmeiras, que mostrou um futebol desenvolto e pressionou o rival.

Apesar do resultado menos favorável ao São Paulo, o time de Ney Franco ainda lidera a competição estadual. Com 23 pontos em dez jogos, o time pode até ser alcançado pela Ponte Preta (20 pontos em dez jogo, atua ainda neste domingo), mas ainda tem um jogo atrasado contra a União Barbarense. O Palmeiras, por sua vez, chega a seu terceiro jogo sem vencer (sofrera duas derrotas na Libertadores), mas chegou a 17 pontos e se mantém entre os oito primeiros do Paulista, também com um jogo a menos.

Do lado do São Paulo, Ney Franco havia prometido manter os titulares que jogaram no empate por 1 a 1 contra o Arsenal de Sarandí, no meio da semana, já de olho no jogo de volta fora de casa contra os argentinos no meio da semana. Suspensos para a próxima partida, Wellington e Luís Fabiano começaram jogando normalmente. No entanto, o técnico surpreendeu e optou por deixar no banco o meia Jadson e o atacante Osvaldo, escalando Paulo Henrique Ganso e Douglas nas respectivas vagas.

Do lado do Palmeiras, o técnico Gilson Kleina não pôde contar com Souza e Maikon Leite, machucados, assim como o lateral esquerdo Marcelo Oliveira, suspenso. Assim, Juninho foi escalado na defesa, com o trio Vilson, Márcio Araújo e Charles na proteção do meio de campo. No ataque, Vinícius e Kleber atuaram juntos. Poupados no treino de sexta-feira, o zagueiro Henrique e o meia Valdivia começaram o jogo entre os titulares, como previsto.

O jogo

No jogo deste domingo, o Palmeiras parecia dominar a posse de bola nos primeiros minutos, mas foi o São Paulo quem criou a primeira chance de perigo: aos 8min, após bola mal afastada pela defesa alviverde, Luís Fabiano recebeu de Douglas na cara do gol e chutou, parando na defesa de Fernando Prass. A resposta veio aos 10min: em cobrança de falta pela direita, Henrique bateu cruzado e com força, rente à trave de Rogério Ceni. No entanto, melhor na marcação, o time de Ney Franco tinha mais facilidade na criação de jogadas.

Aos 17min, Douglas cobrou escanteio pela direita e Maicon cabeceou com perigo, mas sem exigir de Fernando Prass. O Palmeiras voltou a tentar pressionar o gol de Rogério Ceni com subidas pelas laterais ? a melhor chance veio aos 23min, em bola que Charles recebeu na entrada da área e chutou, contando com um desvio da zaga são-paulina. Porém, com 30min, Rodrigo Caio aproveitou o cruzamento da esquerda pela direita e subiu mais alto que a defesa para cabecear, parando mais uma vez na defesa de Fernando Prass.

O goleiro palmeirense ainda se virou para afastar um cruzamento de Maicon pela esquerda aos 31min, manda a bola para um escanteio desperdiçado pelo São Paulo. Com mais posse, o time da casa arriscou uma bola longa pela direita aos 42min, mas Prass saiu bem e chegou antes de Luís Fabiano na bola. Um minuto depois, Márcio Araújo chutou forte da intermediária, obrigando Rogério Ceni a fazer sua principal intervenção na primeira etapa.

Na etapa final, a exemplo do primeiro tempo, o Palmeiras começou com posse de bola e criando boas jogadas. Primeiro, na bola rolada para trás aos 2min, que Patrick Vieira bateu rente ao gol de Rogério. Depois, aos 3min, em bola cruzada pela direita que Márcio Araújo preparou e Juninho bateu por cima. Para piorar a situação tricolor, Lúcio se estranhou com Valdivia aos 5min e recebeu cartão vermelho. E mais: com 9min, Vinícius recebeu na área pela esquerda e chutou rasteiro - Rogério quase aceitou, mas a bola foi para fora.

O momento do Palmeiras era melhor na partida, com chutes de longe, enquanto o São Paulo mostrava nervosismo. No entanto, aos 19min, Aloísio disparou pela direita e chutou cruzado, obrigando Fernando Prass a fazer mais uma bola defesa. Diferente do morno primeiro tempo, os dois times procuravam a criação de jogadas, mas pecavam no passe para entrar na área.

Os dois times voltam a campo agora na quinta-feira, em jogos em casa, mas por competições diferentes. Pela Copa Libertadores, o São Paulo recebe o Arsenal de Sarandí (Argentina) pela quarta rodada da fase de grupo. O Palmeiras, por sua vez, hospeda o Paulista de Jundiaí no Estádio do Pacaembu, em confronto atrasado pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

Ficha técnica

SÃO PAULO 0 x 0 PALMEIRAS

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rafael Tolói e Cortêz; Wellington (Edson Silva), Rodrigo Caio, Maicon e Paulo Henrique Ganso (Jadson); Aloísio e Luís Fabiano (Osvaldo)

Treinador: Ney Franco

PALMEIRAS: Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Maurício Ramos e Juninho; Vilson (Wesley), Márcio Araújo, Charles (Patrick Vieira) e Valdivia; Vinicius (Leandro) e Kleber

Treinador: Gilson Kleina

Cartões amarelos

SÃO PAULO: Douglas, Jadson, Wellington e Luís Fabiano

PALMEIRAS: Weldinho, Patrick Vieira e Kleber

Cartões vermelhos

SÃO PAULO: Lúcio

Árbitro

Leandro Bizzio Marinho (SP)

Local

Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Fonte: Terra