Com 11 kg a mais, Neymar supera todas dificuldades

Neymar ganha massa para aguentar pancadas de rivais

O atacante Neymar está mais preparado para encarar a forte marcação dos adversários do Santos. Em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, neste domingo, o camisa 11 do Santos admitiu que ganhou massa muscular para permanecer em pé ao arriscar as jogadas individuais.

"Quando eu subi, tinha certa dificuldade em usar o meu corpo nas jogadas, mas ganhei experiência e massa muscular, estou conseguindo ficar em pé mesmo quando sou deslocado. De 2009 para cá, ganhei 11 kg de massa", comentou.

Peça fundamental da campanha do Santos, o atacante sabe que pode ter até mais tempo para crescer como jogador na Vila Belmiro, pois confirmou a intenção de seguir o plano de carreira no Peixe e permanecer no clube até 2014. "Vou continuar. Posso ficar até depois (da Copa do Mundo)", acrescentou.



Depois do empate por 0 a 0 com o Corinthians neste domingo, pela primeira partida da decisão do Campeonato Paulista, o próximo desafio do atacante será o jogo contra o Once Caldas, na quarta-feira, pela Libertadores. O garoto, porém, não poderá contar com a ajuda do amigo Paulo Henrique Ganso, que sofreu uma lesão na coxa direita e fica fora dos gramados por até um mês.

"É muito ruim perder um jogador como ele. Nós conversamos rapidamente e ele não me falou do tempo certo, mas é ruim ficar sem ele em uma fase como esta", comentou.

O Santos enfrenta uma maratona de jogos nas fases decisivas do Paulista e também da Libertadores. Ainda desgastado pela classificação na fase passada do torneio continental diante do América do México, o elenco embarca nesta segunda-feira para a Colômbia, local do duelo de quarta contra o Once Caldas.

"Nós estamos cansados, são muitos jogos em um mês e chega uma hora que cansa, mas vamos dar o máximo de esforço para esta partida", prometeu.

Aliás, a ajuda do técnico Muricy Ramalho vem sendo fundamental para o atleta. "O Muricy é um treinador espetacular, diferenciado. Ele nos apoia e dá dicas pelo que já passou, isso facilita bastante", elogiou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br