Com gafes, Federação sorteia grupos do Campeonato Paulista de 2014

Os nomes de Ponte Preta e Portuguesa apareceram grafados de forma errada.


Com gafes, Federação sorteia grupos do Campeonato Paulista de 2014

A língua portuguesa foi maltratada duas vezes durante o sorteio dos grupos do Campeonato Paulista de 2014, nesta quarta-feira, em São Paulo. Os nomes de Ponte Preta e Portuguesa apareceram grafados de forma errada. Em vez de "Associação", apareceram como "Assossiação", com quatro letras "S". E mais: a modelo que fez o sorteio chamou a Sociedade Esportiva Palmeiras de... "Associação Esportiva Palmeiras". Já o Sport Club Corinthians Paulista perdeu sua "origem" e virou apenas "Sport Club Corinthians" (veja no vídeo).

Serão quatro grupos com cinco times cada um, totalizando os 20 que disputam a Série A1 da competição. Os quatro grandes do estado, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo, são os cabeça-de-chave.

Na primeira fase, com 15 rodadas, as equipes de cada grupo jogam contra todos os times das outras três chaves. Ao final dessa fase, os dois melhores de cada grupo avançarão para as quartas de final. Nas quartas, o primeiro e o segundo colocados de cada chave vão se enfrentar em um jogo único para definir quem vai avançar à semifinal, etapa que também vai ser jogada em partida única. As quatro piores equipes no geral (independentemente de grupo) serão as rebaixadas.

Ao contrário das fases eliminatórias anteriores, a grande final do Campeonato Paulista será disputada em jogos de ida e volta. Os quatro grandes clubes foram representados por Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, João Paulo de Jesus Lopes, vice de futebol do São Paulo,

Odílio Rodrigues, presidente em exercício do Santos, e Elie Werdo, vice-presidente do Corinthians.

A mudança no formato da competição encurta o período de disputa do torneio e, assim, atende a um pedido dos próprios jogadores, que pleiteavam por mais férias. Inicialmente, na antiga fórmula do Paulistão, por conta da Copa do Mundo de 2014, o campeonato começaria em 12 de janeiro, mas agora a estreia está marcada para o dia 19 do mesmo mês.

- Não dava para diminuir mais (datas), não é possível. Estamos estreitando ao máximo, até antecipadamente, porque sabemos que há necessidade de mudanças. Por isso a competição tem esse formato diferente, que esperamos ter competitivade - disse o presidente da FPF, Marco Polo Del Nero.

A fórmula permite que várias bizarrices técnicas possam acontecer. É possível, por exemplo, que os cinco times de um grupo tenham 100% de aproveitamento (ou seja, ganhem todos os seus jogos) e, mesmo assim, só os dois primeiros avançariam. Por outro lado, é possível que todos os cinco clubes de um grupo percam seus jogos e, mesmo assim, um deles avance, sem nenhum ponto conquistado, mas nos critérios de desempate. Os oturos quatro, porém, seriam os rebaixados. E a segunda vaga nesse "grupo zerado" seria do melhor terceiro.

- A ideia é manter por dois anos esse formato. Caso os clubes e a Federação entendam de fazer alterações, temos de buscar apoio do Ministério do Esporte, que dirá sim ou não - disse Del Nero.

Outra novidade é que não haverá o quadrangular para definir o "Campeão do Interior".

- O primeiro clube do interior, na tabela, será considerado campeão. Não haverá a disputa - disse Del Nero, que falou também sobre a questão dos ingressos:

- Preço máximo não tem, somente mínimo. O mínimo foi estipulado em R$ 40, mas os clubes podem diminuir de acordo com a lei. Existe uma legislação sobre isso.

GRUPO A

São Paulo

Penapolense

Linense

Atlético Sorocaba

Comercial

GRUPO B

Corinthians

Botafogo

XV de Piracicaba

Ituano

Audax

GRUPO C

Santos

Ponte Preta

São Bernardo

Paulista

Portuguesa

GRUPO D

Palmeiras

Mogi Mirim

Bragantino

Oeste

Rio Claro

Fonte: GloboEsporte