Com gol de Fred no fim, Fluminense empata com Vasco da Gama em 1 x 1

Com gol de Fred no fim, Fluminense empata com Vasco da Gama em 1 x 1

A partida ainda foi marcada por uma confusão generalizada entre os jogadores das duas equipes

Fluminense e Vasco empataram por 1 a 1 neste sábado, no Engenhão, pela sexta rodada da Taça Guanabara - segundo turno do Campeonato Carioca. A partida foi marcada pela superação de Fred, que perdeu dois gols no primeiro tempo e era o ?vilão? do jogo. Porém, o camisa 9 mostrou força e marcou aos 42min da etapa complementar, decretando o empate. O cruzmaltino havia inaugurado o placar com um gol contra de Jean ainda no primeiro tempo

O clássico começou quente. Com menos de 3min, Wellington Nem já havia sofrido duas faltas de Wendel, não gostou da marcação individual e reagiu. Os atletas de ambos os times foram defender seus companheiros e deram início a uma confusão generalizada. O árbitro Grazianni Maciel Rocha agiu rápido, conversou com os pivôs da confusão e acalmou os ânimos.

Com três volantes, o Fluminense sobrecarregava Wagner na criação das jogadas e apostava na velocidade de Wellington Nem. Já o Vasco tinha como principal jogada o contra-ataque com Carlos Tenório e Eder Luís. Com jogo bastante preso no meio de campo, as bolas paradas poderiam ser uma boa saída para sair na frente do placar.

E foi o que o Vasco tentou e quase teve êxito, aos 14min. Wendel cobrou falta pela direita na segunda trave e Dedé cabeceou para o meio. O gol só não saiu porque Eder Luís chegou um pouco atrasado. O Cruzmaltino se animou e chegou a balançar as redes na sequência, mas o lance foi invalidado por conta de um toque de mão de Tenório, que em seguida conseguiu a finalização.

O Fluminense tocava melhor a bola, ocupava o campo defensivo do Vasco e parecia estar mais próximo de abrir o placar, mas pecou nas finalizações. O Tricolor teve as duas melhoras chances do confronto e com seu principal jogador. Dentro da área, Fred chutou mas parou nas mãos de Alessandro, que fez grande defesa. Mais tarde, o camisa 9 recebeu cruzamento açucarado de Carlinhos, mas carimbou o travessão.

Após perder as duas melhores chances do jogo, o Fluminense foi castigado. Wendel cobrou escanteio pela direita, Tenório desvia na primeira trave e Carlos Alberto divide com Jean e o tricolor marca contra: 1 a 0, aos 42min. O Vasco sentiu o bom momento e quase ampliou no último lance do primeiro tempo. Carlos Alberto deixou Eder Luís na cara do gol, mas o atacante chutou cruzado e errou a meta de Diego Cavalieri.

Na volta do intervalo, o técnico Abel Braga trocou Edinho por Marcos Junio para dar mais ofensividade à equipe, enquanto que o Vasco manteve os mesmos jogadores. E o jogo continuou com o Fluminense dominando as ações, com o Cruzmaltino respondendo nos contra-ataques. Entretanto, a partida não teve a emoção que se esperava. Fora uma falta cobrada por Carlos Alberto, que bateu na rede pelo lado de fora, nenhum lance de perigo foi criado.

A única vibração da torcida Fluminense ocorreu aos 23min da etapa complementar, quando o Abel tirou Felipe do banco de reservas e o colocou na vaga de Valência. A torcida do Vasco ensaiou uma tímida vaia, mas poupou o ex-atleta cruzmaltino, que deixou o clube no início do ano após briga com o diretor executivo, René Simões. Já Gaúcho trocou Tenório por Bernardo e adiantou Carlos Alberto para o ataque.

Quando o jogo já parecia decidido, Fred mostrou ter estrela. Após perder dois gols no primeiro tempo, o camisa 9 deu a volta por cima e decretou o empate. Carlinhos foi até a linha de fundo e cruzou na medida para o atcante deixar sua marca. Fim de jogo no Engenhão. Empate com gosto de vitória para os tricolores.

Fonte: Terra