Com imagem negativa, João Havelange completa 100 anos no ostracismo

Ex-presidente da Fifa João Havelange completa 100 anos

João Havelange, responsável por transformar o futebol em um espetáculo mundial e padrinho da linhagem de diretores corruptos da Fifa que obtiveram vantagem deste lucrativo negócio, completa neste domingo cem anos de idade no ostracismo, sem festas nem homenagens por parte do mundo da bola.

Em tempos nos quais o futebol tenta limpar sua imagem encurralando quem sujou as mãos em esquemas de corrupção, nem sequer Joseph Blatter, seu sucessor na Fifa, escolhido a dedo pelo próprio Havelange, irá ao aniversário do ex-dirigente brasileiro, que terá um caráter privado.

João Havelange completa 100 anos
João Havelange completa 100 anos

A Fifa não deve realizar nenhum tipo de ato ou manifestação para comemorar a data e só irá à festa, mas a título pessoal, um diretor do organismo, Walter Gagg, segundo informaram à Agência Efe porta-vozes da entidade.

O único escândalo no qual ficou demonstrado o envolvimento de Havelange, a cobrança de suborno por parte da empresa ISL, que comercializou os direitos audiovisuais da Copa do Mundo até sua quebra em 2001, também arranhou para sempre sua imagem no Brasil.

O Rio de Janeiro esconderá seu nome nos Jogos Olímpicos e o retirará do Estádio Olímpico, que foi denominado "João Havelange" em 2007, quando o dirigente era um dos membros mais respeitados do Comitê Olímpico Internacional (COI).


Fonte: Terra